Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da citotoxicidade do alcalóide govaniadina em linhagem de células humanas

Processo: 15/02592-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 11 de janeiro de 2016
Vigência (Término): 10 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Norberto Peporine Lopes
Beneficiário:Lucas Maciel Mauriz Marques
Supervisor no Exterior: Hans-Ulrich Humpf
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Munster, Alemanha  
Vinculado à bolsa:13/16496-5 - Avaliação do metabolismo in vitro, in vivo e do perfil farmacocinético do alcalóide govaniadina, BP.DR

Resumo

Os alcalóides do tipo protoberberina estão distribuídos nas famílias Papaveraceae, Berberidaceae, Fumariaceae, Menispermaceae, Ranunculaceae, Rutaceae e Annonaceae. Eles apresentam múltiplas atividades farmacológicas, como antibacteriana e anti-tumoral, esta última estando relacionada com seu efeito citotóxico, uma vez que atuam como inibidores da Topoisomerase I ou II. Extratos de plantas, compostos puros isolados e alcalóides de diferentes espécies do gênero Corydalis (família Fumariaceae) apresentaram efeito inibitório contra hepatite viral, câncer de fígado, bem como efeito sedativo. Os alcalóides do tipo Tetrahidroprotoberberina, isolados do gênero Corydalis, especialmente a govaniadina, estão sendo identificados como uma nova categoria de ligantes de receptores dopaminérgicos, além de agirem no combate a malária e a leishmania. Os resultados do projeto 2013/16496-5 demonstram que a govaniadina é metabolizada pelo sistema enzimático do CYP450 e como etapa futura, gostaríamos de medir seus efeitos sobre as células, por exemplo, citotoxicidade, incluindo apoptose e necrose. Existem vários modelos in vitro bem estabelecidos para esta finalidade: fibroblastos de pele humana, células Hep3B, Cell Counting Kit-8 (CCK-8) e as células Hek. Os estudos utilizando modelos de cultura de células apresentam várias vantagens tais como a possibilidade de utilização de condições controladas e a redução da utilização de animais. Embora para vários alcalóides já tenham sido publicadas as propriedades anteriores, nenhuma bioatividade foi relatada a govaniadina. Além disso, esse conhecimento será essencial para dar suporte aos nossos resultados anteriores. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARQUES, LUCAS M. M.; BEHRENS, MATTHIAS; KALININA, SVETLANA; ROTTKORD, ULRIKE; ADHIKARI, ACHYUT; SHRESTHA, RAM L. S.; HUMPF, HANS-ULRICH; LOPES, NORBERTO P. Govaniadine Evaluation of Cytotoxicity and Permeability in Cell Culture. REVISTA BRASILEIRA DE FARMACOGNOSIA-BRAZILIAN JOURNAL OF PHARMACOGNOSY, v. 30, n. 3 MAY 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.