Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção e manutenção do vozeamento de sons consonantais no transtorno fonológico

Processo: 15/00418-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de março de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Haydée Fiszbein Wertzner
Beneficiário:Joyce Pinheiro da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/17542-0 - Produção e manutenção do vozeamento de sons consonantais no transtorno fonológico, AP.R
Assunto(s):Fala   Crianças   Avaliação fonoaudiológica

Resumo

O Transtorno Fonológico (TF) é uma alteração de fala e linguagem que afeta mais de 6% das crianças, com maior incidência nas faixas etárias mais precoces (Broomfield & Dodd, 2004) e pode comprometer a inteligibilidade de fala em diferentes graus. Dentre as alterações fonológicas mais ocorrentes no TF em crianças falantes do PB, encontra-se o processo fonológico de ensurdecimento de fricativas e de plosivas que é caracterizado por uma produção de som desvozeada para os sons vozeados (Wertzner, 2002). A descrição detalhada das características articulatórias, acústicas eletroglotográficas e de fluxo aéreo dos sons vozeados em crianças com desenvolvimento típico de fala trará evidências importantes para o entendimento do que acontece com a produção de crianças com TF e desvozeamento bem como pode fornecer evidências importantes para uma intervenção fonoaudiológica eficaz. O objetivo do projeto é descrever as propriedades de sons fricativos vozeados utilizando medidas aerodinâmicas, acústicas e eletroglotográficas, em crianças com transtorno fonológico (TF). Participarão do estudo 25 crianças com transtorno fonológico e idade ente 5:0 e 7:11 anos, falantes do Português Brasileiro. O objetivo do treinamento é capacitar o bolsista fonoaudiólogo no emprego das medidas acústica, eletroglotográficas e aerodinâmicas que podem oferecer evidências importantes para o entendimento da ocorrência do desvozeamento de sons vozeados em crianças com transtorno fonológico. Os resultados serão importantes para o diagnóstico bem como para o monitoramento da intervenção fonoaudiológica. Pretende-se que o bolsista participe da aplicação dos protocolos bem como das análises. Além disso, deverá também analisar a inter-relação entre as medidas buscando identificar aquelas que melhor identificam o desvozeamento dos sons vozeados. A concessão da bolsa de Capacitação Técnica permitirá o treinamento na aplicação de medidas com equipamentos específicos como o eletroglotografo da empresa Glottal Enterprise, Modelo: EG2-PCX2. Este equipamento será acoplado a um computador desktop onde será instalado o software que acompanha o equipamento e onde serão realizadas as análises das amostras coletadas. Pretende-se que o bolsista apresente trabalhos em congressos bem como participe da elaboração de artigos planejados para a divulgação dos resultados da pesquisa. É importante destacar que a aplicação clínica de tais procedimentos contribuirá para o aprimoramento da seleção dos modelos apropriados das intervenções fonoaudiológicas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)