Busca avançada
Ano de início
Entree

Assinatura metabólica em migrantes e sua relação com padrões de consumo e síndrome metabólica: uma abordagem epidemiológica para elucidar os efeitos da dieta

Processo: 14/16347-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição - Análise Nutricional de População
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Dirce Maria Lobo Marchioni
Beneficiário:Antonio Augusto Ferreira Carioca
Instituição-sede: Faculdade de Saúde Pública (FSP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Metabolômica   Síndrome metabólica   Consumo de alimentos   Nutrição em saúde pública   Migração humana

Resumo

Estudos observacionais têm contribuído para consolidar a ideia de que os imigrantes geralmente apresentam taxas de morbidade e mortalidade diferentes dos nativos. A maioria dos estudos têm sido centrada sobre os efeitos da migração internacional, uma vez que os fatores de risco tendem a ser mais uniformemente distribuídos dentro de um único país. No entanto, o Brasil se destaca por possuir extenso território, com regiões com marcadas diferenças geográficas, sociais e culturais e também distintas taxas de mortalidade e morbidade por doenças crônicas. Apesar do inequívoco peso da dieta na modulação do risco para doenças crônicas, as evidências científicas são inconclusivas e contraditórias. A síndrome metabólica, que se tornou na atualidade um grave problema de saúde pública, congrega-se com anormalidades metabólicas, que incluem a dislipidemia e resistência à insulina, marcadores de risco cardiovascular. No estudo ISA Capital verificou-se que apenas 1/3 da população era nascida em São Paulo: assim, propõe-se investigar se o padrão de consumo alimentar é diferente de acordo com a naturalidade (migração interna), como este padrão se reflete no perfil metabólico e sua associação com a síndrome metabólica e seus componentes, bem como a sua mediação por variantes genéticas relacionadas aos ciclos metabólicos estudados. Serão usados recursos, como a metabolômica e análise multivariada de dados, como modelagem de equação estrutural (SEM). A metabolômica oferece um potencial na área de avaliação nutricional, pela mensuração da concentração relativa de pequenas moléculas endógenas em fluidos biológicos, que caracterizam mudanças no metabolismo e ajudam a revelar o estado metabólico de sistemas biológicos em resposta ao meio (interno e externo); as técnicas estatísticas multivariadas têm como um dos principais objetivos expandir a habilidade explanatória para explicar questões inter-relacionadas. Serão utilizando dados secundários, já coletados, do Inquérito de Saúde do Município de São Paulo (ISA-Capital 2008). O presente estudo possui delineamento transversal, de base populacional, por meio de inquérito domiciliar. Serão utilizados dados socioeconômicos, dietéticos e bioquímicos de 592 indivíduos, e, para a análise do o perfil metabolômico por espectrometria de massa serão utilizados dados de uma subamostra (n=160), devido ao elevado custo das análises. Espera-se com este projeto, ao congregar perspectivas consagradas em epidemiologia (estudos em migrantes) com uma visão abrangente e inovadora de consumo alimentar, metabolismo e estatística, a obtenção de evidências científicas que colaborem para o entendimento de questões relevantes em nutrição e saúde e para a saúde pública. Ainda, tem a vantagem de, ao usar um banco de dados secundário, otimizar os recursos públicos já alocados anteriormente. (AU)

Publicações científicas (5)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARCHIONI, DIRCE MARIA; DE OLIVEIRA, MAYARA FREITAS; FERREIRA CARIOCA, ANTONIO AUGUSTO; MACHADO MIRANDA, ANDREIA A.; CARVALHO, ALINE MARTINS; OKI, ERICA; NORDE, MARINA MAINTINGUER; ROGERO, MARCELO MACEDO; TEIXEIRA DAMASCENO, NAGILA RAQUEL; FISBERG, REGINA MARA. Plasma fatty acids: Biomarkers of dietary intake?. NUTRITION, v. 59, p. 77-82, MAR 2019. Citações Web of Science: 2.
NORDE, MARINA MAINTINGUER; OKI, ERICA; FERREIRA CARIOCA, ANTONIO AUGUSTO; TEIXEIRA DAMASCENO, NAGILA RAQUEL; FISBERG, REGINA MARA; LOBO MARCHIONI, DIRCE MARIA; ROGERO, MARCELO MACEDO. Influence of IL1B, IL6 and IL10 gene variants and plasma fatty acid interaction on metabolic syndrome risk in a cross-sectional population-based study. Clinical Nutrition, v. 37, n. 2, p. 659-666, APR 2018. Citações Web of Science: 4.
FERREIRA CARIOCA, ANTONIO AUGUSTO; GORGULHO, BARTIRA; TEIXEIRA, JULIANA ARAUJO; FISBERG, REGINA MARA; MARCHIONI, DIRCE MARIA. Dietary patterns in internal migrants in a continental country: A population-based study. PLoS One, v. 12, n. 10 OCT 16 2017. Citações Web of Science: 0.
OKI, ERICA; NORDE, MARINA N.; CARIOCA, ANTONIO A. F.; SOUZA, JOSE M. P.; CASTRO, INAR A.; MARCHIONI, DIRCE M. L.; FISBERG, REGINA M.; ROGERO, MARCELO M. Polymorphisms of the TNF-alpha gene interact with plasma fatty acids on inflammatory biomarker profile: a population-based, cross-sectional study in Sao Paulo, Brazil. BRITISH JOURNAL OF NUTRITION, v. 117, n. 12, p. 1663-1673, JUN 2017. Citações Web of Science: 4.
DE CARVALHO, ALINE MARTINS; FERREIRA CARIOCA, ANTONIO AUGUSTO; FISBERG, REGINA MARA; QI, LU; MARCHIONI, DIRCE MARIA. Joint association of fruit, vegetable, and heterocyclic amine intake with DNA damage levels in a general population. NUTRITION, v. 32, n. 2, p. 260-264, FEB 2016. Citações Web of Science: 4.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CARIOCA, Antonio Augusto Ferreira. Migração interna para São Paulo: relações com dieta e risco cardiovascular. 2017. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Saúde Pública São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.