Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da função de genes candidatos à manutenção da inativação do cromossomo X em humanos

Processo: 14/26348-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Lygia da Veiga Pereira
Beneficiário:Karla Alejandra Vizcarra Zevallos
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Regulação da expressão gênica   Epigênese genética   Inativação do cromossomo X   Humanos   Hereditariedade

Resumo

A Inativação do Cromossomo X (XCI) em fêmeas é um exemplo de regulação epigenética. O silenciamento de um dos cromossomos X leva à formação estável da heterocromatina facultativa através da aquisição de múltiplas modificações na cromatina que são mantidas nas subsequentes divisões celulares. Os mecanismos envolvidos na iniciação e estabelecimento da XCI têm sido extensamente estudados, especialmente em camundongos. Atualmente, algumas características epigenéticas associadas à manutenção da XCI têm sido descritas, contudo os mecanismos de ação e a identidade dos diferentes fatores envolvidos na manutenção da XCI ainda são desconhecidos ou pouco compreendidos. Nosso laboratório realizou uma triagem funcional genômica por bibliotecas de shRNAs para encontrar genes envolvidos na manutenção da XCI em humanos. A partir deste estudo foram identificados 20 novos genes candidatos a estarem envolvidos na manutenção da XCI. Assim, o objetivo deste trabalho é validar 4 genes destes candidatos (SRSF10, H3F3B, ASF1A e PSKH1), analisando o grau de envolvimento destes no processo de controle epigenético do cromossomo X. Para isto, o silenciamento dos diferentes genes candidatos será realizado por meio de shRNAs específicos, em fibroblastos primários femininos com desvio total de XCI. Em seguida, a reativação do Xi nestas células será avaliada por análise de expressão alelo-específica de genes ligados ao X contendo SNPs informativos, previamente identificados no nosso laboratório. Além disso, serão realizados ensaios de RNA-FISH e trimetilação de histonas para avaliar a reativação do Xi. Por último, caso mais de um dos genes candidatos apresente um papel na manutenção do XCI, estes serão avaliados atuando em sinergismo nas células. O estudo aqui proposto vai contribuir para um melhor entendimento do processo de manutenção da XCI, e dos fatores envolvidos na herança epigenética em humanos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.