Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de uma estratégia vacinal contra a toxina de Shiga de Escherichia coli enterohemorrágica (EHEC) baseada na proteína recombinante Stx2AB incorporada a lipossomas

Processo: 14/21141-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 31 de outubro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Luis Carlos de Souza Ferreira
Beneficiário:Mônica Josiane Rodrigues de Jesus
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Vacinas   Toxina Shiga   Escherichia coli enterohemorrágica   Proteínas recombinantes   Lipossomos   Síndrome hemolítico-urêmica

Resumo

O presente projeto tem como objetivo desenvolver uma estratégia vacinal de caráter profilático contra a Síndrome Hemolítica Urêmica (SHU), a mais grave sequela associada à infecção por linhagens de Escherichia coli enterohemorrágica (EHEC). A doença está diretamente associada à produção da toxina Stx2, particularmente por linhagens de EHEC do sorotipo O157:H7. A proposta baseia-se em uma formulação composta por uma forma recombinante atóxica da Stx2, a Stx2AB (previamente obtida pelo grupo e contendo a subunidade B acrescida de 31 aminoácidos da porção A2), incorporada a vesículas lipossomais. O trabalho prevê a avaliação das propriedades imunogênicas e potencial vacinal protetor de diferentes formulações testadas em modelo experimental. Para isto, a proteína purificada será incorporada a vesículas lipídicas multilamelares e administrada em camundongos após administração por via parenteral. A resposta humoral anti-Stx2AB será monitorada por meio de ensaios de ELISA (IgG sérico anti-Stx2AB, sub-classes de IgG). Também serão testados os efeitos neutralizantes dos anticorpos gerados frente à toxina nativa (citotoxicidade em células Vero e em camundongos) e imunidade protetora medida pela sobrevivência a desafio com a toxina e controle dos níveis séricos de ureia e creatinina. A pesquisa a ser feita representa relevante contribuição ao conhecimento científico na área e poderá abrir perspectivas para o controle vacinal da SHU. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RODRIGUES-JESUS, M. J.; FOTORAN, W. L.; CARDOSO, R. M.; ARAKI, K.; WUNDERLICH, G.; FERREIRA, LUIS C. S. Nano-multilamellar lipid vesicles (NMVs) enhance protective antibody responses against Shiga toxin (Stx2a) produced by enterohemorrhagic Escherichia coli strains (EHEC). Brazilian Journal of Microbiology, v. 50, n. 1, p. 67-77, JAN 2019. Citações Web of Science: 1.
BARBOSA, CARLA M.; DI PAOLA, NICHOLAS; CUNHA, MARIELTON P.; RODRIGUES-JESUS, MONICA J.; ARAUJO, DANIELLE B.; SILVEIRA, VANESSA B.; LEAL, FABYANO B.; MESQUITA, FLAVIO S.; BOTOSSO, VIVIANE F.; ZANOTTO, PAOLO M. A.; DURIGON, EDISON L.; SILVA, MARCOS V.; OLIVEIRA, DANIELLE B. L. Yellow Fever Virus RNA in Urine and Semen of Convalescent Patient, Brazil. Emerging Infectious Diseases, v. 24, n. 1, p. 176-178, JAN 2018. Citações Web of Science: 19.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
JESUS, Mônica Josiane Rodrigues de. Desenvolvimento de uma estratégia vacinal contra a toxina de Shiga de Escherichia coli enterohemorrágica (EHEC) baseada na proteína recombinante Stx2ΔAB incorporada a lipossomas.. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.