Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos componentes do potencial evocado auditivo de longa latência e da regulação autonômica cardíaca durante testes mentais

Processo: 14/08907-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Vitor Engrácia Valenti
Beneficiário:Viviane Borim de Góes
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Audição   Sistema nervoso autônomo   Sistema cardiovascular   Regulação autonômica cardíaca   Variabilidade da frequência cardíaca   Coeficiente de correlação de Pearson

Resumo

O potencial evocado auditivo de longa latência (PEALL) é um procedimento que analisa as alterações elétricas que acontecem nos sistemas auditivos central e periférico na presença estímulos acústicos ou elétricos. Ele permite a mensuração da atividade neuroelétrica em cada área da via auditiva. A variabilidade da frequência cardíaca (VFC) é um método reconhecido pela literatura que analisa a regulação autonômica cardíaca. Ambos os sistemas estão relacionados com o sistema cognitivo. Nesse sentido, levanta-se a possibilidade de que alguns componentes do PEALL possam estar relacionados com os índices da VFC durante testes mentais. Objetivo: Analisar a associação entre os componentes do PEALL e os índices da VFC durante testes mentais. Método: O estudo será realizado em indivíduos adultos, jovens saudáveis do sexo feminino entre 20 e 30 anos de idade. O sujeito permanecerá 10 minutos em repouso e depois realizará durante 5 minutos um teste mental, onde realizará adições e subtrações matemáticas apresentando graus progressivos de dificuldades, antes da realização do teste do PEALL. Nesse período a VFC será monitorada por meio do cardiofrequencímetro Polar RX800CX. Serão analisados os seguintes componentes do PEALL: N1 (P100), P2 (P200), N2 (N200) e P3 (P300). Será aplicado o teste de correlação de Pearson para distribuições paramétricas e o teste de correlação de Spearman para distribuições não-paramétricas para avaliar a associação entre os componentes do PEALL e os índices da VFC.