Busca avançada
Ano de início
Entree

Padrões de comportamentos de risco e proteção relacionados a doenças crônicas não transmissíveis entre adolescentes brasileiros

Processo: 14/26711-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 30 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Renata Bertazzi Levy
Beneficiário:Camila Zancheta Ricardo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Doença crônica   Adolescentes   Comportamento de risco   Brasil

Resumo

Introdução: os adolescentes são prioridade na promoção de saúde quando se trata de Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT). O período de transição entre a infância e a fase adulta é marcado por intensas mudanças biológicas, cognitivas, emocionais e sociais, além de se caracterizar pela adoção de novas práticas e comportamentos, inclusive aqueles relacionados ao desenvolvimento de DCNT, principal causa de morbimortalidade em todo o mundo. Objetivo: identificar padrões de comportamentos de risco e proteção relacionados a DCNT entre adolescentes brasileiros e verificar a associação dos padrões encontrados com características sociodemográficas. Método: a fonte de dados utilizada será a Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar 2012, que investigou fatores relacionados à saúde de adolescentes por meio de questionário autoaplicável em amostra de alunos matriculados no 9º ano do ensino fundamental de escolas públicas e privadas das 26 capitais brasileiras, Distrito Federal e municípios selecionados, representativa das capitais, das cinco grandes regiões e do país. Serão utilizadas informações sobre alimentação, atividade física, tabagismo, consumo de álcool e características sociodemográficas. A análise de componentes principais será usada para identificar padrões de comportamento a partir de uma lista de fatores de risco e proteção para DCNT. Um modelo de regressão linear será empregado para verificar a associação dos padrões encontrados com características sociodemográficas. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RICARDO, CAMILA ZANCHETA; AZEREDO, CATARINA MACHADO; MACHADO DE REZENDE, LEANDRO FORNIAS; LEVY, RENATA BERTAZZI. Co-occurrence and clustering of the four major non-communicable disease risk factors in Brazilian adolescents: Analysis of a national school-based survey. PLoS One, v. 14, n. 7 JUL 3 2019. Citações Web of Science: 0.
BIANCA GARCIA MARTINS; CAMILA ZANCHETA RICARDO; PRISCILA PEREIRA MACHADO; FERNANDA RAUBER; CATARINA MACHADO AZEREDO; RENATA BERTAZZI LEVY. Fazer refeições com os pais está associado à maior qualidade da alimentação de adolescentes brasileiros. Cadernos de Saúde Pública, v. 35, n. 7, p. -, 2019.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RICARDO, Camila Zancheta. Padrões de comportamentos de risco e proteção relacionados a doenças crônicas não transmissíveis entre adolescentes brasileiros. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.