Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do papel de microRNAs na Leishmaniose tegumentar americana.

Processo: 14/14756-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Hiro Goto
Beneficiário:Marina de Assis Souza
Instituição-sede: Instituto de Medicina Tropical de São Paulo (IMT). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Macrófagos   MicroRNAs   Expressão gênica

Resumo

Embora a patogenia da Leishmaniose tegumentar americana causada por L (V.) braziliensis ainda não seja totalmente compreendida, sabe-se que o surgimento da lesão e sua posterior resolução ou agravamento estão relacionados com a resposta imune do indivíduo. Dessa forma, pacientes com a forma cutânea localizada, os quais tendem a curar-se espontaneamente, apresentam uma resposta capaz de eliminar o parasito sem dano tecidual excessivo. Por outro lado indivíduos com a forma mucosa da leishmaniose apresentam resposta inflamatória exacerbada, sugerindo que o agravamento do processo inflamatório na lesão seja devido a falhas em regular a resposta imune contra a L. (V.) braziliensis. Tais falhas podem estar relacionadas à expressão alterada de microRNAs, e trabalhos anteriores demonstraram que a Leishmania pode desregular em seu favor a expressão dessas moléculas. Logo, torna-se relevante verificar se a formação e agravamento da lesão em pacientes com LTA são apoiados por um bloqueio pós-transcricional causado pela expressão alterada de miRNAs que regulam a resposta inflamatória. Além disso, é interessante investigar se a cura espontânea, assim como o desenvolvimento de lesão na doença ativa, é influenciada ou não da expressão de miRNAs, que são encontrados também no meio extracelular. Mudanças no perfil de expressão dessas moléculas em amostras de plasma foram anteriormente associadas a diversas doenças. Considerando esses aspectos, este projeto pretende inicialmente caracterizar os miRNAs presentes no soro de pacientes com lesão ativa e em outros com cura clínica espontânea. A possível presença de miRNAs distintos nos grupos avaliados apontará o potencial dessas moléculas em servir como marcadores biológicos do prognóstico da LTA. A etapa seguinte consistirá em infectar a linhagem de monócitos humanos THP-1 com promastigostas de L (V.) braziliensis e, posteriormente, os níveis de miRNAs expressos por essas células serão avaliados utilizando qPCR. Com esta abordagem, pretende-se confirmar se o parasito é capaz de causar alterações na expressão de miRNAs nessas células. Em seguida, a descrição dos alvos dos miRNAs expressos durante a infecção in vitro por L. (V.) braziliensis será realizada utilizando a ferramenta computacional DIANA miRPath 2.0. O conjunto de resultados obtidos neste projeto gerará conhecimento de base e subsídios para o desenvolvimento de novas alternativas de tratamento contra a LTA.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SOUZA, MARINA DE ASSIS; RAMOS-SANCHEZ, EDUARDO MILTON; MUXEL, SANDRA MARCIA; LAGOS, DIMITRIS; REIS, LUIZA CAMPOS; PEREIRA, VALERIA REGO ALVES; BRITO, MARIA EDILEUZA FELINTO; ZAMPIERI, RICARDO ANDRADE; KAYE, PAUL MARTIN; FLOETER-WINTER, LUCILE MARIA; GOTO, HIRO. miR-548d-3p Alters Parasite Growth and Inflammation in Leishmania (Viannia) braziliensis Infection. FRONTIERS IN CELLULAR AND INFECTION MICROBIOLOGY, v. 11, JUN 10 2021. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.