Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da expressão gênica da BACE1 em sujeitos com Doença de Alzheimer

Processo: 14/06580-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Enfermagem
Pesquisador responsável:Márcia Regina Cominetti
Beneficiário:Matheus da Silva Souza
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Envelhecimento   Idosos   Doença de Alzheimer   Biomarcadores   Expressão gênica

Resumo

Devido à ausência de tratamentos efetivos e ao aumento na expectativa de vida, a doença de Alzheimer (DA) é a principal causa de demência no mundo. Os emaranhados neurofibrilares, formados pela hiperfosforilação da proteína tau, e as placas senis, formadas pela deposição progressiva do peptídeo ²-amiloide (²A) no córtex cerebral, são os marcos patológicos dessa doença. O ²A é produzido por meio de duas clivagens consecutivas realizadas por ²-secretases (BACE1) e ³-secretases. Apesar do conhecimento sobre a fisiopatologia da DA, muitos dos mecanismos pelos quais a doença inicia e progride ainda são completamente desconhecidos. Os métodos mais utilizados para identificar a DA são: a avaliação médica, a qual utiliza instrumentos consagrados na clínica; as imagens de ressonância magnética; e, mais recentemente, está sendo introduzida na prática médica a avaliação de biomarcadores por punção lombar, o qual é considerado um procedimento invasivo, que pode acarretar em efeitos colaterais como dor lombar, cefaleia e mais raramente, hemorragia cerebral. Entretanto, o diagnóstico definitivo somente é dado após necropsia. Considerando o impacto que esta doença tem para o paciente e para todos da família, além do impacto na saúde pública, o objetivo deste trabalho é pesquisar biomarcadores não invasivos que possam detectar o início da doença, com a maior sensibilidade e especificidade possíveis. Neste sentido, pretendemos avaliar a expressão da BACE1 em amostras de sangue tendo como hipótese sua maior expressão em sujeitos com DA. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MANZINE, PATRICIA REGINA; SOUZA, MATHEUS DA SILVA; COMINETTI, MARCIA REGINA. BACE1 levels are increased in plasma of Alzheimer's disease patients compared with matched cognitively healthy controls. Personalized Medicine, v. 13, n. 6, p. 531-540, NOV 2016. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.