Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos de lipídeos na sinalização de insulina em hepatócitos: impactos na geração de EROs mitocondriais e óxido nítrico

Processo: 15/04232-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Iniciação Científica
Vigência (Início): 06 de julho de 2015
Vigência (Término): 05 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Alicia Juliana Kowaltowski
Beneficiário:Pâmela Aiako Hypólito Brito Kakimoto
Supervisor no Exterior: André Marette
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Université Laval, Canadá  
Vinculado à bolsa:13/03556-0 - Efeito de dieta hiperlipídica em hepatócitos: impactos na geração de EROs, BP.IC
Assunto(s):Hepatócitos   Lipídeos   Mitocôndrias   Óxido nítrico

Resumo

O aumento da produção de oxidantes intracelulares relacionado à sobrecarga de nutrientes obtida na dieta tem sido diretamente associado ao desenvolvimento de doenças metabólicas, tais como nonalcoholic fatty liver disease (NAFLD) e diabetes tipo 2. Mitocôndrias são importantes fontes na geração de oxidantes; o desequilíbrio da energia gerada por aumento da ingestão calórica, sem a contrapartida de demanda fisiológica, pode levar a um acúmulo de intermediários reduzidos e a geração de espécies reativas de oxigênio (EROs). Ambas EROs e espécies reativas de nitrogênio podem prejudicar a sinalização da insulina tanto ao nível do receptor quanto downstream, levando à resistência à insulina e ao desenvolvimento de doenças metabólicas. Além dos marcadores bem conhecidos de danos oxidativos, muitas enzimas metabólicas e de sinalização estão sujeitas a modificações nitrosativas, ou seja, S-nitrosilação de cisteínas e nitração de tirosinas, como modificações pós-translacionais. Uma vez que há fortes indícios da participação redox no desenvolvimento da resistência à insulina, este projeto visa avaliar efeitos da sobrecarga de lipídeos na sinalização da insulina em hepatócitos, correlacionando alterações bioenergéticas e de sinalização redox. (AU)