Busca avançada
Ano de início
Entree

Comparação entre dois protocolos antibióticos como adjuntos ao debridamento periodontal no tratamento de pacientes com periodontite agressiva generalizada: estudo controlado randomizado

Processo: 14/22078-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Mauro Pedrine Santamaria
Beneficiário:Cássia Fernandes Araujo
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Periodontite agressiva   Antibióticos   Desbridamento periodontal   Ensaio clínico controlado aleatório   Claritromicina   Amoxicilina   Metronidazol

Resumo

A periodontite agressiva generalizada é uma condição periodontal que muitas vezes requer a associação da terapia mecânica - Raspagem e Alisamento Radicular (RAR) - com o uso de agentes antimicrobianos para um melhor resultado no tratamento da doença. Diversos estudos mostram a eficácia na utilização da amoxicilina (AMX) e metronidazol (MET) como agentes coadjuvantes a RAR. Em contrapartida, a literatura já aponta que a extensiva utilização destes antimicrobianos poderia gerar resistência bacteriana. Visando novos protocolos, o presente estudo clínico controlado randomizado terá como objetivo comparar a resposta clínica periodontal da utilização da claritromicina (CLM) associada à terapia mecânica periodontal no tratamento de pacientes com periodontite agressiva generalizada e compará-la com o protocolo padrão de AMX+MET associada à terapia mecânica periodontal. Para tal, serão selecionados 40 pacientes apresentando periodontite agressiva generalizada, os quais serão distribuídos aleatoriamente, dentro de dois grupos: grupo teste (n=20): debridamento periodontal associado à claritromicina (500mg - 12/12 horas) durante 3 dias; e grupo controle (n=20): debridamento periodontal associado à amoxicilina (500mg - 8/8 horas) e metronidazol (400 mg - 8/8 horas) durante 7 dias. Serão avaliados Profundidade de Sondagem (PS), ganho de Nível de Inserção Clínico (NIC) e sangramento à sondagem (IG) no baseline, 3 e 6 meses após o procedimento. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
ARAUJO, Cássia Fernandes. Comparação entre dois protocolos antibióticos como adjuvantes ao debridamento periodontal ultrassônico de boca toda no tratamento de periodontite agressiva generalizada : estudo clínico controlado randomizado. 2017. 41 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" Instituto de Ciência e Tecnologia (Campus de São José dos Campos)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.