Busca avançada
Ano de início
Entree

Hibridização e introgressão em populações híbridas de Melocactus (Cactaceae) na Chapada Diamantina, Bahia, Brasil: uma análise genômica usando RAD-seq

Processo: 14/26224-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Vegetal
Pesquisador responsável:Evandro Marsola de Moraes
Beneficiário:Gulzar Khan
Instituição-sede: Centro de Ciências Humanas e Biológicas (CCHB). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). Sorocaba , SP, Brasil
Assunto(s):Genética populacional   Hibridização genética   Sequenciamento de nova geração   Filogeografia   Marcador molecular   Diversidade genética   Cactaceae

Resumo

Hibridização e introgressão são importantes processos que aumentam a variabilidade genética em populações naturais através da recombinação genética, podendo promover evolução e especiação. Melocactus concinnus é uma espécie endêmica amplamente distribuída nos estados brasileiros da Bahia e Minas Gerais. Essa espécie ocorre em simpatria com várias outras espécies de Melocactus na região de Morro do Chapéu (Chapada Diamantina, Bahia, Brasil). Observações da morfologia sugerem que as populações de M. concinnus do Morro do Chapéu hibridizam com outras espécies de Melocactus, resultando em híbridos F1 ocasionais em algumas áreas e populações híbridas em outras. Este projeto pretende investigar a arquitetura genética e o nível de introgressão nesta presumida zona híbrida envolvendo espécies de Melocactus através do método de genotipagem por sequenciamento (GBS). Nós também usaremos os dados de polimorfismos de nucleotídeos únicos (SNP) para rastrear regiões genômicas sob seleção que podem estar contribuindo para a manutenção das barreiras entre espécies e seleção divergente entre elas.