Busca avançada
Ano de início
Entree

Performance de biodigestores e análise microbiana da co-digestão anaeróbia de dejetos bovino com óleo de cozinha usado

Processo: 15/06577-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 20 de julho de 2015
Vigência (Término): 19 de março de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Zootecnia
Pesquisador responsável:Paulo Henrique Mazza Rodrigues
Beneficiário:Ricardo Galbiatti Sandoval Nogueira
Supervisor no Exterior: Teng Teeh Lim
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : University of Missouri, Columbia (UM), Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:13/11983-5 - Quantificação das emissões de metano entérico e dos dejetos, excreção de nutrientes e avaliação nutricional em bovinos alimentados com ou sem caroço de algodão: possibilidades de mitigação, BP.DR
Assunto(s):Biogás   Metano   Biodigestores anaeróbios

Resumo

No presente projeto de doutorado da FAPESP (2013/11983-5) tem sido estudado a biodigestão anaeróbia como uma forma de quantificar as emissões de metano dos dejetos bovino, mas existem técnicas emergentes para estudar a biodigestão anaeróbia, nas quais são propostas pelo BEPE. A biodigestão anaeróbia (BA) é uma das mais promissoras técnicas para o tratamento de dejetos. Além de promover ganhos ambientais e sociais existe um ganho econômico através do uso da energia renovável. A quantidade e qualidade do biogás gerado pela BA pode afetar o retorno econômico do investimento. Co-digestão é uma promissora técnica para melhorar a produção de biogás. Os objetivos são melhorar uma tecnologia promissora para o tratamento de dejetos bovinos, que se concentra na co-digestão com óleo de cozinha usado para aumentar a produção e qualidade do biogás e analisar se existe diferença na comunidade microbiana do efluente. Este estudo será conduzido no Laboratório de Qualidade de Ar e Manejo de Resíduos da Faculdade de Agricultura, Alimento e Recursos Naturais da Universidade de Missouri sob supervisão do Prof. Teng Lim. Nove biodigestores serão abastecidos com dejeto de bovinos de corte com 1g/SV/m3/d. Depois da estabilização, os tratamentos serão adicionados óleo de cozinha usado como material para co-digestão. Serão 3 conjuntos de biodigestores em escala laboratorial, cada conjunto com 3 biodigestores. Os tratamentos serão: 1) controle (100% dejeto bovino); 2) dejeto bovino com 0,5% de óleo de cozinha (volume total) e 3) dejeto bovino com 1,0% de óleo de cozinha (volume total). As variáveis mensuradas serão produção e composição de metano e dióxido de carbono do biogás, características do dejetos, N, P, K, NH3, teor de umidade, sólidos voláteis do efluente, concentração e condutividade elétrica, bem como total de bactérias, metanogênicas, , Methanosarcina, Methanosaeta. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NOGUEIRA, R. G. S.; LIM, T. T.; WANG, H.; RODRIGUES, P. H. M. PERFORMANCE, MICROBIAL COMMUNITY ANALYSIS AND FERTILIZER VALUE OF ANAEROBIC CO-DIGESTION OF CATTLE MANURE WITH WASTE KITCHEN OIL. APPLIED ENGINEERING IN AGRICULTURE, v. 35, n. 2, p. 239-248, 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.