Busca avançada
Ano de início
Entree

Condicionamento de energia elétrica aplicado em um sistema elétrico aeronáutico

Processo: 15/02325-0
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 25 de agosto de 2015
Vigência (Término): 24 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Eletrônica Industrial, Sistemas e Controles Eletrônicos
Pesquisador responsável:Jose Antenor Pomilio
Beneficiário:Hildo Guillardi Júnior
Supervisor no Exterior: Simone Buso
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Università degli Studi di Padova, Itália  
Vinculado à bolsa:14/11720-7 - Condicionamento de energia elétrica aplicado em um sistema elétrico aeronáutico, BP.DR
Assunto(s):Eletrônica de potência   Aeronáutica   Qualidade da energia elétrica   Filtros elétricos   Conversores elétricos

Resumo

Este projeto é uma parte do projeto de doutorado FAPESP número 2014/11720-7 com o mesmo título. Ele trata sobre o tema Qualidade da Energia Elétrica (QEE) em ambientes aeronáuticos. O conceito de "Maior Eletricidade nos Aviões" (More Electric Aircraft - MEA), que propõem a troca dos atuadores hidráulicos e pneumáticos por eletromecânicos, aumenta a demanda elétrica dos aviões. No projeto de doutorado é proposto o estudo e implementação do um Condicionador de Energia Elétrica (CEE) para mitigar os efeitos indesejados encontrados na rede elétrica dos aviões. Este CEE deve operar em uma rede de frequência variável (360 a 800Hz). Para este estudo de intercâmbio os objetivos são o desenvolvimento de um modelo matemático dinâmico para o inversor multinível usado como CEE e o estudo de estratégias de controle desta topologia. A referência de compensação para o CEE será calculada pela Teoria da Potência Conservativa (Conservative Power Theory - CPT) que parece apresentar resultados consistentes para frequência variável em altas taxas, nesta aplicação podendo chegar a 500Hz/s. As soluções digitais e híbridas de implementação como DSPs, FPGAs ou outro microcontrolador serão estudadas e definidas para uso ao longo desse projeto. (AU)