Busca avançada
Ano de início
Entree

De cracolândia à cristolândia: uma etnografia da política batista de combate ao crack

Processo: 14/22454-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 31 de maio de 2016
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Urbana
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Ronaldo Romulo Machado de Almeida
Beneficiário:Deborah Rio Fromm Trinta
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/13920-6 - Entre o controle e o cuidado: sobre política de drogas e suas interfaces com a religião e o crime, BE.EP.MS
Assunto(s):Drogas ilícitas   Cocaína crack   Religiões   Evangélicos   Conflito social   São Paulo (SP)

Resumo

A proliferação das chamadas cracolândias é problema atualmente debatido por diversos atores sociais (administradores, políticos, intelectuais, jornalistas, etc.), que mobiliza diferentes esferas da vida social (saúde, assistência, repressão, família etc.). No contexto político atual, o crack tem assumido uma posição central no que diz respeito ao controle e gestão de populações e espaços urbanos. No entanto, pouco tem sido sistematicamente estudado acerca do crescente papel da igreja, mais especificamente de igrejas evangélicas, na assistência, evangelização e conversão dos chamados noias ou cracudos. Nesse sentido, o objetivo central do presente projeto é descrever e analisar uma política evangélica, exclusivamente batista, voltada para o combate ao crack, através de uma pesquisa etnográfica no contexto específico da missão cristolândia, na região da Luz, em São Paulo. Especificamente, pretende-se: i) atentar e problematizar a perspectiva guerreira de atuação dessa política evangélica; ii) investigar as suas estratégias de abordagem e de intervenção aos usuários de drogas, de modo a considerar a produção de tecnologias e saberes voltados à evangelização e conversão do público-alvo, assim como seus modos de gestão dessa população; iii) problematizar a forte presença de componentes territoriais no foco desta ação missionária, atentando para as investidas evangelísticas voltadas não só aos sujeitos e às almas mas, sobretudo, ao território; iv) investigar e problematizar a perspectiva batista acerca da política e suas interfaces com a gestão estatal, assim como com os personagens e entidades que traz à tona. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
TRINTA, Deborah Rio Fromm. O "fim da Cracolândia" : etnografia de uma aporia urbana. 2017. Dissertação de Mestrado.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.