Busca avançada
Ano de início
Entree

Aprimoramento em cardiografia por impedância torácica e avaliação eletrônica de dispositivo cardíaco eletrônico implantável

Processo: 15/02026-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de abril de 2015
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Martino Martinelli Filho
Beneficiário:Mariana Moreira Lensi
Instituição-sede: Instituto do Coração Professor Euryclides de Jesus Zerbini (INCOR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/15163-0 - Papel da estimulação cardíaca artificial em pacientes com fibrilação atrial permanente e disfunção ventricular esquerda, AP.R
Assunto(s):Cardiologia

Resumo

1.Introdução O sucesso de uma pesquisa clínica está vinculado à execução aprimorada de todas as suas etapas e a qualificação técnica da equipe de pesquisa é fator preponderante.2. Objetivos- Aperfeiçoamento na realização de cardiografia por impedância torácica.- Aperfeiçoamento na realização de avaliação eletrônica dos dispositivos cardíacos eletrônicos implantáveis.3.Métodos3.1- Cardiografia por Impedância Torácica O projeto acima inclui a realização de cardiografia por impedância torácica na admissão do paciente no estudo e com 6, 12 e 18 meses de seguimento. Este exame permite avaliação hemodinâmica não-invasiva e será realizada por meio do aparelho CardioScreen® 2000, Medis®, com programa específico para portadores de dispositivos cardíacos eletrônicos implantáveis (DCEI). A realização deste exame vem crescendo na rotina cardiológica frente a sua importante contribuição no tratamento de pacientes com insuficiência cardíaca, principalmente nos portadores de DCEI. O treinamento de profissionais de saúde na sua realização é essencial na disseminação do seu uso como ferramenta de avaliação hemodinâmica. O treinamento será realizado através de aulas teóricas e práticas, acompanhamento dos exames realizados e execução supervisionada. Ao fim do treinamento, o bolsista estará habilitado para realizar este exame em todas as suas etapas.3.2- Avaliação Eletrônica Os pacientes serão submetidos à avaliações eletrônicas frequentes do seu dispositivo durante o seguimento. A avaliação eletrônica dos DCEI consiste na obtenção das informações armazenadas nestes aparelhos e realização de testes de segurança e integridade dos componentes do sistema. O treinamento na avaliação eletrônica dos DCEI será realizado através de aulas teóricas e práticas sobre os diferentes dispositivos e fabricantes, além do acompanhamento das avaliações eletrônicas que serão realizadas nos pacientes do estudo. Após o aprimoramento na execução desta tarefa, o bolsista contribuirá de forma expressiva na obtenção destes dados dos pacientes incluídos no estudo.4.Cronograma de resultadosPeríodo total - 10 mesesFamiliarização e conhecimento teórico - 2 meses: conhecimento teórico sobre cardiografia por impedância e avaliação eletrônica.Prática na realização da cardiografia por impedância e avaliação eletrônica - 6 meses: treinamento prático e capacitação para realizar a cardiografia por impedância e avaliação eletrônica.Treinamento em análise de dados e preparação de relatórios - 2 meses; desenvolvimento de habilidade crítica na análise dos dados, elaboração de relatórios, autocrítica em relação às atividades realizadas, apontando falhas e sugerindo estratégias para resolução das dificuldades encontradas.Durante todo o período do treinamento, o bolsista se compromete a executar todas as obrigações junto à FAPESP.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.