Busca avançada
Ano de início
Entree

Preceptivas humanistas e musicais na tratadística quinhentista: um estudo das representações retóricas do exercício musical no Renascimento Italiano

Processo: 14/26766-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Monica Isabel Lucas
Beneficiário:Delphim Rezende Porto Junior
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/22613-0 - PRECEPTIVAS HUMANISTAS E MUSICAIS NA TRATADÍSTICA QUINHENTISTA: um estudo das representações retóricas do exercício musical no Renascimento italiano, BE.EP.DR
Assunto(s):Música antiga   Polifonia   Músicos

Resumo

O debate humanista das práticas artísticas no Renascimento italiano fomentou especialmente no século XVI uma das mais complexas e profícuas elaborações textuais da produção tratadística da música. A contextualização teórica daquela prática musical bem como a investigação do papel dos seus artífices profissionais e diletantes, objetivos dessa pesquisa, pretende situar analiticamente a partir das publicações quinhentistas impressas em língua italiana e latina o exercício e a formação epistêmica do antigo músico. Fundamental ferramenta para a compreensão dos tratados em questão, a Retórica é chave de leitura do "texto além do texto" e conhecimento também comum àqueles autores que, apresentavam em suas publicações, além do domínio técnico esperado, extenso aparelho humanista. Ao confrontar as disciplinas e habilidades fomentadas pelo estudo da musica prattica italiana com a studia humanitatis comum a cortesãos e músicos durante o Renascimento, pretendemos demonstrar bibliograficamente o alto grau de importância dos conhecimentos extrínsecos à pura ação do instrumentista ou cantor, explicitando os elementos retóricos, poéticos e científicos contidos naquelas edições musicais italianas. Uma vez que o próprio entendimento de música e músico é complexamente diverso e amplo naquele contexto, é coerente recuperar tal horizonte de sentido - conceitos e ideias - através dos documentos musicais artísticos e inartísticos que expõem, além das sede argumentorum filosóficas, as emendas e tópicas visitadas na redação dos tratados. Literariamente, o tratadista humanista, também referido à época como perfetto musico, age como um gentil-homem que transita discursivamente entre os nobres cortesãos de seu tempo, elaborando e amplificando o discurso técnico com vistas ao decoro de seus leitores e ao fim do seu ofício. Por essa razão, é oportuno considerar as disciplinas práticas do exercício do músico no Renascimento como parte de uma complexa rede de conhecimentos, na qual é proeminente o discurso e suas poéticas, empreendendo a recuperação das preceptivas e do arrazoado quinhentista daquele exercício artístico. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
JUNIOR, Delphim Rezende Porto. Preceptivas humanistas e musicais na tratadística quinhentista: um estudo das representações retóricas do exercí­cio musical no renascimento italiano. 2018. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola de Comunicações e Artes São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.