Busca avançada
Ano de início
Entree

Treinamento técnico em morfologia e biologia de crustáceos decápodos

Processo: 15/04622-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 30 de abril de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Morfologia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Giovana Bertini
Beneficiário:Marli Pereira Botânico
Instituição-sede: Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Registro. Registro , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/06457-2 - Diversidade e distribuição espaço-temporal de larvas e adultos de camarões carídeos no curso inferior da Bacia do Rio Ribeira de Iguape (SP), AP.R
Assunto(s):Camarão   Caridea   Morfologia animal   Biodiversidade   Biogeografia de água doce   Rio Ribeira de Iguape

Resumo

Há pouca informação sistematizada no estado de São Paulo sobre os decápodos de água doce nas bacias costeiras do litoral sul, onde o Vale do Ribeira é uma das áreas prioritárias do ponto de vista ambiental. Além disso, o conhecimento acerca da composição, densidade e/ou distribuição espaço-temporal das larvas de camarões carídeos é praticamente inexistente o que dificulta o acesso ao conhecimento sobre o ciclo de vida das espécies. Assim o propósito deste projeto é realizar um estudo sobre os carídeos estuarinos e de água doce de modo a interagir a ecologia larval com a adulta no curso inferior do Rio Ribeira de Iguape, incluindo o canal Valo Grande, município de Iguape (SP). Este estudo abrange a diversidade das espécies, a abundância e a identificação das larvas no plâncton por meio de análise de DNA, a associação de parâmetros ambientais sobre a distribuição espaço-temporal dos adultos e das larvas e aspectos da biologia populacional. As coletas serão realizadas durante doze meses em três áreas do curso inferior do Rio Ribeira de Iguape, utilizando armadilhas e peneira para os adultos e juvenis e rede de plâncton para as larvas. Os camarões serão separados quanto ao sexo e mensurados para a análise da estrutura populacional. As larvas de camarão serão identificadas ao nível de espécie por meio de DNA. Para evidenciar diferenças na abundância dos camarões adultos e das larvas entre as estações do ano e locais de coleta será realizada a análise de variância e para a associação dos camarões com os parâmetros ambientais serão usadas técnicas multivariadas. Os resultados deste projeto, além de inéditos, acrescentarão dados ao pouco volume de conhecimento existente na região sobre os adultos, juvenis e as larvas de camarões carídeos, organismos de elevada importância ecológica e econômica. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.