Busca avançada
Ano de início
Entree

Marcadores não-invasivos de hipertensão portal em pacientes portadores de cirrose hepática compensada, devido a hepatite crônica c, antes e após tratamento com antivirais de ação direta

Processo: 15/00944-4
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Ana Claudia de Oliveira
Beneficiário:Ana Claudia de Oliveira
Anfitrião: Guadalupe Garcia-Tsao
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Local de pesquisa : Yale University, Estados Unidos  
Assunto(s):Hipertensão portal

Resumo

Introdução: Estima-se que a incidência de cirrose hepática (CH), relacionada a hepatite C, venha a aumentar nas próximas décadas. A hipertensão portal (HP) é a principal complicação da CH e está associada com o prognóstico destes pacientes. O desenvolvimento de métodos não-invasivos capazes de acessar a pressão portal podem render informações sobre o prognóstico da doença. Objetivos: Avaliar a capacidade do teste de retenção da Indocianina e da elastometria hepática e esplênica em identificar as alterações esperadas na HP, em pacientes cirróticos por vírus C, antes e depois do tratamento antiviral. Material e Métodos: Estudo prospectivo, longitudinal de adultos portadores de cirrose compensada pelo vírus C, em vias de receber tratamento antiviral. Hepatite C será confirmada pela detecção do HCVRNA (Amplicor Roche®). Serão excluídos qualquer evidência clinica de descompensação hepática, coinfecção HBV/HIV, consumo de álcool >20gr/dia, carcinoma hepatocelular, trombose da veia porta, gravidez, alergia ao iodo. Cirrose será identificada histologicamente e/ou pela presença de achados compatíveis. Amostras de sangue serão coletadas para dosagens bioquímicas, hematológicas e virologicas. Serão realizados os teste de retenção da Indocianina Green e a elastometria hepática e esplênica medida pelo ARFI, seguindo a descrição original. Os resultados serão confrontados com a identificação e as alteracoes esperadas na HP, avaliada pela medida do gradiente de pressão venoso hepático, antes e após o tratamento antiviral, com medicamentos antivirais de acao direta. Analise estatística: Serao utilizados os teste T-Student, Mann-Whitney, Chi-quadrado ou o exato de Fischer, quando aplicaveis. Serão considerados estatisticamente significantes valores de p<0,05.