Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da atividade de derivados prenilados de chalconas sintéticas na replicação do HCV in vitro

Processo: 15/04396-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia
Pesquisador responsável:Paula Rahal
Beneficiário:Carina Machado Pereira
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Hepatite C   Vírus da hepatite C   Chalconas   Virologia

Resumo

A hepatite C é uma doença viral causada pelo vírus da hepatite C (HCV) que acomete entre 130 e 170 milhões de pessoas em todo o mundo. É uma doença assintomática ou apresenta sintomas inespecíficos, levando a um diagnóstico tardio ou inexistente. O tratamento mais utilizado atualmente é baseado na utilização de interferon-± e ribavirina. E esse tratamento não apresenta uma boa Resposta Virológica Sustentada (SVR) para todos os genótipos, além disso, os efeitos colaterais são drásticos e o custo é elevado. Os flavonoides, compostos naturais já descritos com atividades antivirais, anti-inflamatórios, antialérgicos, antioxidantes e atividade anticancerígena significativa demonstraram atividade HCV in vitro. As chalconas, compostos derivados de flavonoides, podem ter atividades antioxidantes, antivirais e antitumorais, podendo exercer ainda outras atividades biológicas pela presença dos grupos prenil e hidroxil, que pode variar em número e posição nos anéis A e B. Entretanto, apesar de muitos compostos naturais extraídos de plantas apresentarem potencial farmacêutico, o isolamento e a purificação são processos limitantes em muitos casos, sendo os compostos sintéticos com base em estruturas naturais uma abordagem mais atrativa na busca de novas terapias. Com isso, o presente trabalho tem como objetivo estudar o efeito de chalconas preniladas na replicação do HCV in vitro, por meio de ensaios de replicação viral, de viabilidade celular, Western Blotting e Imunofluorescência, em cultura de células expressando o replicon subgenômico SGR-FEO do HCV.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.