Busca avançada
Ano de início
Entree

Terminologia de certidões de casamento: estudo terminológico e elaboração de glossário monolíngue português

Processo: 15/01946-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Lidia Almeida Barros
Beneficiário:Beatriz Fernandes Curti Contessoto
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Terminologia   Certidão   Glossários   Língua portuguesa

Resumo

O presente projeto de pesquisa integra outro maior: o LexTraJu - o léxico para a tradução juramentada, coordenado pela Profa. Dra. Lidia Almeida Barros, da UNESP de São José do Rio Preto. Nosso projeto tem como objetivos principais identificar e estudar o conjunto terminológico de maior pertinência ao domínio das certidões de casamento brasileiras e elaborar um glossário monolíngue português dos termos selecionados. O levantamento dos termos se dará em um conjunto de certidões de casamento brasileiras, os dados serão registrados na plataforma e-Termos, que se encontra disponível na internet para pesquisas no campo da Terminologia. As análises linguísticas dos termos encontrados nas certidões de casamento brasileiras pretendem estabelecer o perfil geral dessa terminologia, identificando as principais relações de significação (semânticas) estabelecidas entre os termos extraídos do corpus (sinonímia, polissemia, homonímia e outros); verificando a existência (ou não) de variantes lexicais nesse conjunto terminológico e as classificando de acordo com um padrão tipológico; identificando as estruturas morfossintáticas e léxico-semânticas predominantes no conjunto de termos extraído do corpus (termos simples, compostos e complexos); e observando as particularidades culturais que marcam esse conjunto terminológico, de acordo com a realidade sociocultural brasileira. Por fim, organizaremos os dados terminológicos (tais como definição, contextos de uso, categoria gramatical, marcas de uso, etc.) em forma de um glossário, aqui entendido como uma lista sistematizada em ordem alfabética dos termos e seus respectivos dados terminológicos. (AU)