Busca avançada
Ano de início
Entree

Reconstrução ambiental de uma região sob influência antrópica: uma avaliação dos últimos 200 anos do Lago Guaíba (RS)

Processo: 15/02290-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Química
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Rubens Cesar Lopes Figueira
Beneficiário:Carolina Miyoshi
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Metais pesados   Restauração ecológica   Lagos   Lagoas   Antropoceno   Rio Grande do Sul

Resumo

O Antropoceno é marcado pelo aumento da demanda populacional e desenvolvimento industrial, onde os impactos de mudanças antrópicas tiveram como consequência mudanças ambientais e climáticas, principalmente nos últimos 200 anos. O Lago Guaíba, localizado no estado brasileiro Rio Grande do Sul, é considerado uma região com grande influência antropogênica, principalmente pelo fato de abrigar o setor industrial da capital Porto Alegre. Este projeto tem como objetivo realizar uma reconstrução ambiental por meio da análise de metais e semi-metais (As, Cd, Cr, Cu, Ni, P, Pb, Sc e Zn), em conjunto com a determinação dos níveis dos radionuclídeos 210Pb e 137Cs, em quatro testemunhos coletados ao longo da região. Para tal, visa-se calcular as taxas de sedimentação através do modelo CIC (Constant Initial Concentration), a idade das secções sedimentares, as concentrações de metais, e índices de geoacumulação (fator de concentração, fator de enriquecimento e Pollution Load Idex- PLI). As atividades dos radionuclídeos 210Pb, 137Cs e 226Ra serão calculadas através de espectrometria gama de alta resolução; enquanto as concentrações dos elementos analisados serão obtidas através da digestão ácida sobre as amostras, seguindo metodologia SW 846 US EPA 3050b, procedendo para a análise em Espectrômetro de Emissão Óptica com Plasma Indutivamente Acoplado (ICP-OES), através do método SW 846 US EPA 6010c. Por meio destes parâmetros citados acima, espera-se realizar a reconstrução ambiental do Lago Guaíba, e compará-lo com uma região de background, a Lagoa Itapeva (RS). (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MIYOSHI, Carolina. Reconstrução ambiental de uma região sob influência antrópica: uma avaliação dos últimos 200 anos do Rio Guaíba (RS). 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto Oceanográfico São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.