Busca avançada
Ano de início
Entree

Cultura, imaginários e comunidades discursivas: um estudo de materiais instrucionais de português para estrangeiros

Processo: 15/01368-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 29 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Linguística - Teoria e Análise Lingüística
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Luciana Salazar Salgado
Beneficiário:Helena Maria Boschi da Silva
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/21072-8 - Diversidade e padronização em dois instrumentos linguísticos de PLE: considerações de uma perspectiva glotopolítica, BE.EP.DR
Assunto(s):Análise do discurso   Cibercultura   Material didático   Aprendizagem de língua estrangeira

Resumo

Este projeto propõe um estudo dos sentidos atribuídos a cultura brasileira pelos materiais instrucionais de português como língua estrangeira de uma perspectiva teórica que considera a configuração editorial em sua relação com a cibercultura, fonte de grande parte dos conteúdos que os constituem e que é, segundo nossa hipótese de trabalho, organizadora de práticas - editoriais, didáticas, de leitura e congêneres. No quadro da análise do discurso de tradição francesa, trata-se de pensar o aprendizado de uma língua segunda como suscitado pela produção de sentidos que se institui no contato do aluno estrangeiro com esses materiais, o que implica considerá-los como dispositivos históricos, que constroem e estabilizam imaginários acerca do Brasil. Procuraremos observar em que medida a noção de comunidade discursiva pode contribuir para investigar como se materializam nesses dispositivos aspectos da heterogeneidade semântica que caracteriza a pluralidade constitutiva de uma cultura. Definimos como córpus de análise o conjunto de livros didáticos Brasil Intercultural: língua e cultura brasileira para estrangeiros (Moreira; Barbosa; Castro, 2013) e as unidades de aula propostas pelo Portal de Ensino do Professor de Português Língua Estrangeira (IIILP, 2013). Nosso objetivo, assim, é contribuir com uma reflexão sobre a relação do material linguístico com o extralinguístico suscitada pelos meios e os materiais em que se inscreve, com foco nas práticas de textualização e nos indícios da heterogeneidade constitutiva de dispositivos que se supõe, tradicionalmente, serem representativos de uma identidade "consensuada" de língua e de país. (AU)