Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da diversidade da microbiota supra e subgengival e perfil de proteínas da saliva e película adquirida de indivíduos com periodontite agressiva

Processo: 15/00259-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Marcia Pinto Alves Mayer
Beneficiário:Pâmela Pontes Penas Amado
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/26073-5 - Proteoma da saliva e película adquirida e sua correlação com o microbioma dos biofilmes supra e subgengivais na periodontite agressiva, BE.EP.DR
Assunto(s):Saliva   Diversidade   Proteínas e peptídeos salivares   Periodontite   Microbiologia oral   Aggregatibacter actinomycetemcomitans   Sequenciamento de alta performance

Resumo

Apesar da associação da periodontite agressiva com patógenos periodontais já reconhecidos, particularmente Aggregatibacter actinomycetemcomitans e o envolvimento da suscetibilidade do hospedeiro na destruição periodontal observada nesta doença, outras diferenças na composição da microbiota oral podem estar envolvidas no seu desenvolvimento. Estudos demonstram que pacientes com periodontite agressiva apresentam baixos números de bactérias consideradas benéficas, particularmente dos gêneros Streptococcus e Actinomyces, encontradas em abundância no biofilme oral de pacientes com periodonto normal. A adesão inicial de bactérias às superfícies dentais é dependente da composição da película adquirida do esmalte formada por proteínas presentes na saliva total. O presente estudo visa testar a hipótese de que diferenças na composição da película adquirida entre pacientes com periodontite agressiva e normais são associadas a diferenças na composição do biofilme oral. Materiais e Métodos: A diversidade da microbiota supra e subgengival de pacientes com periodontite agressiva será avaliada por sequenciamento de 16SrRNA e esta correlacionada com o perfil de proteínas salivares e da película adquirida do esmalte. Serão selecionados 5 pacientes com periodontite agressiva localizada (PAL) com idade menor que 21 anos, portadores de altos níveis de A. actinomycetemcomitans e baixos níveis dos demais organismos estudados. Como controle serão selecionados 5 indivíduos com periodonto normal, com níveis não detectáveis de A.actinomycetemcomitans, pareados quanto a idade, gênero e raça ao grupo experimental. Amostras de biofilme supra e subgengival, saliva de parótida, saliva total e película adquirida do esmalte serão coletadas. A análise da diversidade do biofilme supra e subgengival de sítios com periodontite e saudáveis será realizada após amplificação de 16SrRNA seguida de sequenciamento de alta performance. O perfil de proteínas da saliva de parótida, saliva total e película adquirida será determinado por espectrometria de massa e comparado à composição microbiana do biofilme supra e subgengival. Inovação: diferenças na composição da saliva entre os indivíduos podem permitir a descoberta de proteínas que favoreçam a colonização por bactérias consideradas benéficas em detrimento dos patógenos. Estas poderiam ser utilizadas em enxaguatórios orais com a finalidade de alterar a composição do biofilme dental, particularmente naquelas famílias/populações com maior prevalência de periodontite agressiva. Além disso, bactérias benéficas associadas à saúde podem ser apontadas para serem, no futuro, investigadas como agentes probióticos contra os patógenos periodontais. Justificativa: apesar da baixa prevalência da periodontite agressiva, esta é uma doença de agregação familiar que leva a perda precoce dos dentes. Até o momento não existem métodos preventivos eficientes para os pacientes de famílias com periodontite agressiva. O tratamento mecânico e a antibioticoterapia não são completamente efetivos, e devem ser realizados por toda a vida do indivíduo. A periodontite é associada não somente a perda dos dentes, mas é associada a várias condições sistêmicas. A abordagem aqui apresentada poderá no futuro ser usada também em pacientes com periodontite crônica, como consta de auxílio pesquisa, pedido simultaneamente a este pedido de bolsa. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.