Busca avançada
Ano de início
Entree

Camuflagem por semelhança com o substrato e coloração disruptiva na espécie de camarão polimórfica Hippolyte obliquimanus

Processo: 15/04484-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 30 de junho de 2015
Vigência (Término): 06 de outubro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Augusto Alberto Valero Flores
Beneficiário:Rafael Campos Duarte
Supervisor no Exterior: Martin Stevens
Instituição-sede: Centro de Biologia Marinha (CEBIMAR). Universidade de São Paulo (USP). São Sebastião , SP, Brasil
Local de pesquisa: University of Exeter, Penryn, Inglaterra  
Vinculado à bolsa:12/17003-0 - Polimorfismo e sua função em camarões carídeos: uso de habitat e táticas reprodutivas em Hippolyte obliquimanus, BP.DR
Assunto(s):Ecologia evolutiva   Mimetismo   Imagem digital

Resumo

A camuflagem é uma das estratégias anti-predação mais comumente observada na natureza, podendo ser obtida por diferentes mecanismos, geralmente por semelhança de cor com o fundo ou por coloração disruptiva. O uso de câmeras digitais de alta qualidade para o estudo de cor em animais tem se tornado cada vez mais comum. Além de ser um equipamento mais acessível que alternativas mais específicas, também permite o uso de uma variedade de programas sofisticados para análise da informação adquirida. Os métodos de análise de imagem podem ser utilizados para modelar a visão de diferentes animais e assim entender como algumas colorações e padrões cromáticos são reconhecidos por animais que possuem sistemas de visão distintos. O projeto BEPE consiste em um estágio de três meses no Centro de Ecologia e Conservação da Universidade de Exeter, Campus de Penryn, Reino Unido, sob a supervisão do Dr. Martin Stevens. Meu objetivo é aprender técnicas avançadas de análise de imagens para entender mecanismos de coloração animal, camuflagem, e sua aplicação na modelagem visual de predadores. Imagens digitais dos morfótipos de cor do camarão Hippolyte obliquimanus (a espécie-alvo do meu projeto de doutorado), associadas com o seu principal habitat (as macroalgas Sargassum furcatum e Galaxaura marginata) serão obtidas nos laboratórios do CEBIMar-USP, aqui no Brasil. Estas fotografias serão analisadas a fim de testar se os camarões tornam-se crípticos quando em contato com a alga, e, assim, avaliar se a coloração mimética dos camarões é eficiente para reduzir a probabilidade de detecção por um predador visual. Para isso, nós utilizaremos um modelo visual de peixes para testar a eficiência da camuflagem dos camarões associados às macroalgas. Esses procedimentos serão muito importantes para explicar resultados obtidos em experimentos prévios e para auxiliar em pesquisas futuras. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GREEN, SAMUEL D.; DUARTE, RAFAEL C.; KELLETT, EMILY; ALAGARATNAM, NATASHA; STEVENS, MARTIN. Colour change and behavioural choice facilitate chameleon prawn camouflage against different seaweed backgrounds. COMMUNICATIONS BIOLOGY, v. 2, JUN 21 2019. Citações Web of Science: 0.
DUARTE, RAFAEL CAMPOS; STEVENS, MARTIN; VALERO FLORES, AUGUSTO ALBERTO. The adaptive value of camouflage and colour change in a polymorphic prawn. SCIENTIFIC REPORTS, v. 8, OCT 30 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.