Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise espacial da fragmentação intra e inter-partidária em eleições subnacionais: revelando estratégias de coordenação partidária

Processo: 15/00267-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 31 de maio de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Estado e Governo
Pesquisador responsável:George Avelino Filho
Beneficiário:Frederico Roman Ramos
Instituição-sede: Escola de Economia de São Paulo (EESP). Fundação Getúlio Vargas (FGV). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/15658-1 - As instituições políticas subnacionais: um estudo comparativo dos estados brasileiros, AP.TEM
Assunto(s):Comportamento político   Geografia eleitoral

Resumo

Esta pesquisa propõe a análise empírica da distribuição espacial do nível de fragmentação inter e intrapartidária para eleições subseqüentes na busca de evidências de que parte da estratégia partidária é definida geograficamente. Partimos do pressuposto que a composição da lista do partido reflete um processo político-estratégico interno de maximização dos votos que avalia distribuição local dos votos esperados de cada potencial candidato e seus concorrentes diretos. Analisaremos a estrutura de dependência espacial presente na distribuição dos índices de fragmentação intra e interpartidária avaliando como estes padrões têm evoluído através de diferentes eleições e quais os posicionamentos estratégicos adotados pelos partidos em outras eleições. A análise será conduzida em ambiente computacional georreferenciado aplicando-se métodos de análise espacial e geoestatística. Serão utilizados os dados referentes a eleições legislativas subseqüentes disponíveis no aplicativo em desenvolvimento no CEPESPDATA. Estes dados serão associados a uma base de locais de votação geocodificados que permitirá o georreferenciamento dos resultados eleitorais em pontos correspondentes a cada um dos locais de votação do país. A geocodificação dos locais de votação será parte substantiva dos esforços operacionais da pesquisa gerando uma infraestrutura informacional que será internalizada pela FGV. Esta base georreferenciada permitirá conduzir análises em diferentes níveis de agregação geográfica e a integração com outros dados como os dos Censos Demográficos. Espera-se que a pesquisa gere resultados que contribuam para um melhor entendimento dos processos de coordenação espacial das estratégias eleitorais dos partidos e candidatos em diferentes arenas de competição de âmbito sub-nacional.