Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da expressão heteróloga de celulases de Acremonium strictum em linhagens de Saccharomyces cerevisiae visando a produção de bioetanol de segunda geração

Processo: 15/02007-8
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Acordo de Cooperação: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Francisco Maugeri Filho
Beneficiário:Dielle Pierotti Procópio
Instituição Sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Bioprocessos   Expressão de proteínas   Celulase   Acremonium   Saccharomyces cerevisiae   Bioetanol   Sacarificação   Fermentação   Bagaços
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:bagaço de cana | bioetanol | celulases | cerevisiae | expressão heteróloga | S | Engenharia de Bioprocessos

Resumo

A levedura Saccharomyces cerevisiae é o micro-organismo mais utilizado para produção de etanol por apresentar uma excelente capacidade fermentativa e ser tolerante aos estresses gerados nos processos fermentativos industriais. No entanto, esta levedura não consegue metabolizar carboidratos complexos em etanol, como por exemplo, a celulose, componente majoritário do bagaço de cana de açúcar, fazendo-se assim necessária a hidrólise da celulose em glicose para posterior conversão da glicose em etanol. Neste sentido, este projeto objetiva realizar a expressão heteróloga de celulases originárias de Acremonim strictum, micro-organismo silvestre isolado do Bioma Brasileiro, em S. cerevisiae visando à produção de etanol de segunda geração através da sacarificação e fermentação simultânea de bagaço de cana de açúcar. Serão estudadas 2 linhagens de Saccharomyces cerevisiae: uma linhagem industrial (Pedra-2) e uma linhagem de laboratório (FY23). O vetor empregado para a expressão das celulases: endoglucanase (gene 006) e uma ²-glicosidase (gene 249) que foram isoladas de A. strictum em estudos anteriores, será o vetor p423-TEF que apresenta a histidina (HIS3) como marcador auxotrófico. Após a confirmação da expressão das enzimas, serão realizadas fermentações empregando a combinação de diferentes substratos: Avicel (celulose comercial), celobiose, glicose, melaço, além de bagaços de cana in natura e pré-tratados (explosão à vapor e explosão à vapor deslignificado). As fermentações serão realizadas em shakers em anaerobiose à 30ºC durante 120 horas. Posteriormente os produtos gerados durante a fermentação serão analisados por cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) e a biomassa gerada será quantificada por gravimetria (massa seca). Por fim, dentre as fermentações realizadas, a que apresentar o melhor fator de conversão de substrato em etanol (YP/S) será conduzida em fermentador de bancada. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MENDES LOPES, ALBERTO MOURA; FELIX DE MELO, ALLAN HENRIQUE; PROCOPIO, DIELLE PIERROTI; TEIXEIRA, GLEIDSON SILVA; CARAZZOLLE, MARCELO F.; DE CARVALHO, LUCAS MIGUEL; ADELANTADO, NURIA; PEREIRA, GONCALO A. G.; FERRER, PAU; MAUGERI FILHO, FRANCISCO; et al. Genome sequence of Acremonium strictum AAJ6 strain isolated from the Cerrado biome in Brazil and CAZymes expression in thermotolerant industrial yeast for ethanol production. Process Biochemistry, v. 98, p. 139-150, . (16/04602-3, 15/02007-8, 16/02506-7)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PROCÓPIO, Dielle Pierotti. Estudo da expressão heteróloga de celulases de Acremonium strictum em linhagens de Saccharomyces cerevisiae visando a produção de bioetanol de segunda geração. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Engenharia de Alimentos Campinas, SP.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas utilizando este formulário.

Patente(s) depositada(s) como resultado deste projeto de pesquisa

MICRO-ORGANISMO RECOMBINANTE PARA OBTENÇÃO DE ETANOL 2G E USO DO MICRO-ORGANISMO BR1320170201766 - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) . DIELLE PIEROTTI PROCÓPIO / ROSANA GOLDBECK / GLEIDSON SILVA TEIXEIRA / Francisco Maugeri Filho / MARCELO FALSARELLA CARAZZOLLE / GONÇALO AMARANTE GUIMARÃES PEREIRA - 21 de setembro de 2017