Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do papel das células natural killer na infecção por Sporothrix schenckii

Processo: 15/04021-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Iracilda Zeppone Carlos
Beneficiário:Lucas Souza Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Sporothrix schenckii   Esporotricose   Perforina

Resumo

A esporotricose é uma micose subcutânea aguda ou crônica que afeta humanos e outros mamíferos, causada pelo complexo de espécies de Sporothrix schenckii. A doença segue a inoculação traumática do fungo através de ferimentos com o solo, pela inalação de conídios ou como uma zoonose, especialmente a partir de arranhões de gatos, afetando indivíduos imunocomprometidos de forma oportunista. Em vários países a esporotricose é considerada uma infecção oportunista emergente e apresenta, no Brasil, um perfil caracteristicamente urbano em razão do crescimento acelerado dos casos de transmissão felina nas últimas duas décadas. As formas clínicas são altamente dependentes do estado imune do hospedeiro, com pacientes imunocomprometidos sendo normalmente acometidos pelas formas sistêmica e disseminada. Recentemente, demonstramos que a infecção experimental por S. schenckii induz o desenvolvimento de células Th17 in vivo e sugerimos, pela primeira vez, um papel para as células "natural killer" (NK) nesta infecção. Embora comumente associadas à resposta imune contra tumores e vírus, as células NK apresentam atividade direta in vitro e desempenham um papel fundamental na resposta do hospedeiro contra diversos fungos in vivo. Deste modo, propomos uma ampla avaliação do papel das células NK na infecção por S. schenckii, desde a caracterização fenotípica e investigação dos seus mecanismos antifúngicos até a determinação da sua importância para a resposta imune contra esse patógeno. Os resultados obtidos irão avançar sensivelmente o entendimento do papel das células NK em infecções fúngicas, além de apoiarem o desenvolvimento de estratégias para a imunomodulação da esporotricose, especialmente em pacientes imunocomprometidos. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FERREIRA, LUCAS SOUZA; PORTUONDO, DEIVYS LEANDRO; POLESI, MARISA CAMPOS; CARLOS, IRACILDA ZEPPONE. Natural killer cells are pivotal for in vivo protection following systemic infection by Sporothrix schenckii. IMMUNOLOGY, v. 155, n. 4, p. 467-476, DEC 2018. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.