Busca avançada
Ano de início
Entree

Arquivos corporais dos intérpretes: memórias levadas para a cena

Processo: 15/04343-5
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 30 de novembro de 2015
Vigência (Término): 03 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Dança
Pesquisador responsável:Sayonara Sousa Pereira
Beneficiário:Sayonara Sousa Pereira
Anfitrião: Susanne Foellmer
Instituição-sede: Escola de Comunicações e Artes (ECA). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Freie Universität Berlin, Alemanha  
Assunto(s):Historiografia   Ensino   Memórias

Resumo

A teatralidade vem sendo discutida nas ultimas décadas em diferentes centros de pesquisas do mundo. Na Europa se juntam a discussão deste grande tema, autores que discutem sobre o papel do processo de criação dos intérpretes nas peças de dança e teatro. E na Alemanha,na contemporaneidade, temos autores como Brandstetter,Fischer-Lichte, e Foellmer que abordam este assunto como sendo o resultado da interação entre o pensar, o sentir, e a memória. A Freie Universität-Berlin se alinha a estes autores alemães, produzindo pesquisa e estratégias para o ensino que refletem nos seus cursos e nas pesquisas de seus estudantes. Estes fatos serviram de pano de fundo para a construção de uma hipótese de pesquisa, por parte desta pesquisadora, que questiona sobre as condições dos intérpretes cênicos que arquivam memórias- vividas, em seus corpos, ao longo de suas existências, principalmente quando participam em obras onde são dirigidos ou coreografados. Adicionalmente, esta hipótese discute o processo da ação da memória na construção da interpretação teatral e de que forma estas acionam a forma dos gestos, movimentos, ou canções. O caráter autobiográfico que as reminiscências inscrevem na performance teatral, hoje também chamados de testemunhos, descreve lugares, familiares, amigos, pessoas; e o corpo do intérprete, seu instrumento, sedia todas as ambiguidades possíveis, transformando o seu "acervo de imagens" em dimensões articuladas por elementos da linguagem teatral. O resultado desta pesquisa pretende desenvolver ferramentas para que o intérprete possa, ter acesso ao "acervo de imagens", através das memórias inscritas no seu próprio corpo. O sucesso de tal investigação gerará melhorias que poderão ser aplicadas em cursos e para estudantes de teatro e dança com vistas a promover um aprendizado mais aprofundado. Para tanto, torna-se necessária a realização da pesquisa de campo, que colocará em prática estes questionamentos, com um grupo de alunos pós-graduação e graduação da Freie Universität Berlin /FU-B, sob a supervisão da Profa. Dra. Susanne Foellmer, que aborda o processo teatral a partir dos autores alemães citados anteriormente, além da participação, da pesquisadora, em seminários e aulas com professores do Institut für Theaterwissenschaft. Somam-se as estas ações, a realização de pesquisas diretamente no acervo da biblioteca da FU-B, e a participação em reuniões do grupo de pesquisa liderado pela professora Foellmer. Todas estas atividades trarão novos acentos para as pesquisas que estão sendo desenvolvidas e orientadas pelo PPGAC-ECA/USP. Os processos desenvolvidos, ao longo da proposta pesquisa de campo, na Alemanha, país onde foram iniciadas as primeiras investigações, de cunho acadêmico, da pesquisadora proponente, tornar-se-ão iniciativas para uma cooperação objetiva entre os departamentos de artes cênicas da USP e da Freie Universität Berlin /FU-B. Da mesma forma, a investigação resultará em documentos, discutidos, refletidos e transcritos na forma de registros em vídeo, diários de bordo, observação e aplicação de entrevistas, que por sua vez poderão ser publicados na forma de: artigos, livros, DVDs, CD-ROMs, e de apresentação artística. Cabe salientar que, os registros desta investigação serão realizados na etapa de pesquisa de campo na FU-B e depois na USP com alunos e orientandos Alemães e Brasileiros. O método para a realização da pesquisa de campo, de cunho qualitativa, será a Epistemologia Metapórica, de Marcondes Filho, que propõe construir o procedimento junto com a pesquisa, entendendo que o pesquisador participa desta construção, sem modelos previamente definidos, justificando que os procedimentos metodológicos sejam construídos conforme a necessidade do projeto frente à dinâmica que lhe é inerente. Finalmente, destaca-se que, esta proposta de investigação, contará com a vinda da professora Foellmer para ministrar disciplina no PPGAC-ECA/USP no 2º semestre do ano de 2016.

Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre a bolsa::
Um modo de dançar