Busca avançada
Ano de início
Entree

Silenciamento gênico pós-transcricional da osteoglicina por pequenos RNAs de interferência (siRNA) durante a miogênese

Processo: 15/00701-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Robson Francisco Carvalho
Beneficiário:Sarah Santiloni Cury
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Atrofia muscular   Regeneração muscular

Resumo

Em mamíferos, o crescimento do músculo esquelético e sua regeneração são atribuídos ao processo denominado miogênese que, a nível molecular, é regulado pela interação de transdutores de sinais intra e extra-celulares. A miogênese é um processo altamente orquestrado em que células musculares precursoras mononucleadas, os mioblastos, proliferam e diferenciam-se para formação de fibras musculares adultas. Durante a diferenciação, os mioblastos encerram o seu ciclo celular, migram para regiões predeterminadas, alianham-se uns com os outros e, subsequentemente, fundem-se para finalmente se transformarem em miotubos multinucleados. A desregulação desses processos celulares na miogênese está associada à importantes alterações do músculo esquelético que ocorrem nas distrofias musculares, caquexia e sarcopenia. Trabalhos recentes demonstraram que o processo de miogênese é altamente sensível e regulado por moléculas presentes no meio extracelular. Experimentos realizados com células musculares esqueléticas C2C12 identificaram a proteína osteoglicina (OGN) como uma proteína secretada pelo músculo que apresenta uma desregulação durante a miogênese. Os siRNAs (small interfering RNAs) são RNAs de interferência responsáveis pelo silenciamento pós trancricional de genes específicos e constitui uma importante ferramenta para estudar a função de genes e proteínas pela inativação da expressão gênica em cultura celular ou em organismos vivos. No presente trabalho, iremos testar a hipótese de que o silenciamento gênico pós-transcricional da osteoglicina por pequenos RNAs de interferência (siRNA) altere os processos de proliferação, migração e diferenciação de células musculares esqueléticas C2C12 "in vitro".