Busca avançada
Ano de início
Entree

Figurações do escritor-tradutor: Jorge Luis Borges, Alfonso Reyes, Octavio Paz, Juan Villoro e Fábio Morábito

Processo: 15/03799-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Estrangeiras Modernas
Acordo de Cooperação: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Ana Cecilia Arias Olmos
Beneficiário:Livia Fernanda de Paula Grotto
Instituição Sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Literatura comparada
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Alfonso Reyes | Fabio Morábito | Jorge Luis Borges | Juan Villoro | Literatura Comparada | Octavio Paz | Literatura hispano-americana contemporânea

Resumo

O objetivo deste projeto é explorar os metadiscursos sobre tradução produzidos por escritores hispano-americanos que também atuaram como tradutores: Alfonso Reyes, Jorge Luis Borges, Octavio Paz, Juan Villoro e Fabio Morábito. Todos eles escreveram ensaios sobre a tradução literária nos quais, direta ou indiretamente, requerem para si a figura do tradutor. Borges e Morábito, além disso, elaboraram contos nos quais os tradutores são personagens principais. Entre os questionamentos que pautam esta pesquisa podem-se incluir: quais são e como se desenvolvem as relações entre escrita criativa e tradução? A emergência do metadiscurso sobre tradução é consubstancial ao apagamento dos limites de gênero literário na modernidade? Existem modelos que inspiram a escrita a respeito da tradução em cada um dos autores ou que ajudam a compor as figurações de si como escritor-tradutor? Em que medida os topoi que aparecem nas discussões sobre tradução são retomados, assinalando continuidades e descontinuidades em relação à tradição? Essas questões ancoram-se, sobretudo, na evolução do valor atribuído à figura do tradutor, que tem passado, nos últimos tempos, da invisibilidade ao protagonismo de romances e contos, tornando-se, igualmente, o tema principal de ensaios. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)