Busca avançada
Ano de início
Entree

Habilidade receptiva e expressiva da linguagem falada em pré-escolares prematuros

Processo: 15/03396-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Célia Maria Giacheti
Beneficiário:Isabella Bonamigo da Silva
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia e Ciências (FFC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Marília. Marília , SP, Brasil
Assunto(s):Desenvolvimento infantil   Desenvolvimento da linguagem   Avaliação da linguagem   Testes de linguagem   Pré-escolar   Recém-nascido prematuro

Resumo

A criança prematura apresenta grande risco para atrasos globais do desenvolvimento motor, cognitivo, social e, também, de habilidades da linguagem falada, tanto receptivas, quanto expressivas. Logo, a identificação precoce das manifestações relacionadas à linguagem falada são fundamentais na prevenção e diagnóstico de alterações de linguagem falada. O uso de instrumentos padronizados têm sido cada vez mais frequente como auxiliares para avaliação e diagnóstico de alterações, no processo de aquisição e desenvolvimento da linguagem. Sendo assim, o presente trabalho tem como objetivo investigar as habilidades receptivas e expressivas de prematuros e compará-las a não prematuros, com desenvolvimento típico de linguagem. Serão selecionados, a partir da faixa etária, 15 sujeitos para o grupo amostral: Grupo I amostral (GIA): cinco sujeitos de ambos os gêneros com idade cronológica de três a três anos e 11 meses; Grupo II amostral (GIIA): cinco sujeitos de ambos os gêneros com idade cronológica de quatro a quatro anos e 11 meses; Grupo III amostral (GIIIA): cinco sujeitos de ambos os gêneros com idade cronológica de cinco a cinco anos e 11 meses. Para o grupo comparativo serão selecionados também 15 sujeitos, seguindo o mesmo critério para o grupo amostral para comparar os grupos por idade e gênero. Tais sujeitos serão avaliados pela versão brasileira do Preschool Language Assessment Instrument, segunda edição, para avaliação das habilidades receptivas e expressivas da linguagem falada. Os dados serão comparados e analisados por meio de análise descritiva e testes paramétricos ou não paramétricos. (AU)