Busca avançada
Ano de início
Entree

O paradoxo morte-vida na presença do ator

Processo: 14/25464-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 26 de junho de 2016
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Teatro
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Renato Ferracini
Beneficiário:Ana Caldas Lewinsohn
Instituição-sede: Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas Teatrais (LUME). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Ocidente   Vida   Oriente   Morte

Resumo

Esse projeto de pesquisa visa ampliar e (re)problematizar o território de preparação do ator. Parte-se do pressuposto de que a vida (organicidade), enquanto força que percorre o corpo do atuador, só poderá existir em sua performance, caso ele esteja disponível e aberto para o risco constante da morte (enquanto metáfora de fracasso, erro, vazio). Nesse sentido, o permitir-se-à-morte, favorece, paradoxalmente, o permitir-se-à-vida, contribuindo para os estados de presença na atuação. Assim, o estudo conceitual e prático do paradoxo morte-vida na produção de presença representa o eixo central dessa proposta. Tendo em vista a tensão e fricção entre o pensamento oriental e o ocidental (principalmente dos pós-estruturalistas), o intuito é identificar as dualidades existentes na sala de trabalho de práticas das artes da cena contemporânea (divisão entre corpo/mente; interno/externo; teoria/prática; eu/outro), e ressignificá-las a partir de uma visão paradoxal do estar no mundo e no tempo presente. Com base no método cartográfico, de caráter processual, a pesquisa será realizada a partir do cruzamento de dados obtidos em experimentos práticos com os artistas do Núcleo Fuga!, com workshops elaborados para o projeto e com o estudo bibliográfico, considerando a intensa e constante colaboração e influências que podem existir entre essas esferas. Essa proposta nasce como uma continuidade dos estudos de Doutorado recém concluídos em fevereiro de 2014 e é vinculada ao Projeto Temático "A produção de efeitos de presença: uma vida... (da atuação)", com atividades em andamento desde agosto de 2014 e em fase de avaliação pela FAPESP. (AU)