Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise molecular e funcional dos efeitos do antagonismo dos receptores beta-adrenérgicos nas alterações vasculares de camundongos obesos

Processo: 15/00074-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Ana Paula Couto Davel
Beneficiário:Nathalia Santos da Silva
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Análise molecular   Análise funcional   Receptores adrenérgicos   Vascularização em animal   Camundongos   Obesidade   Dieta hiperlipídica

Resumo

A obesidade é uma epidemia mundial frequentemente associada ao Diabetes mellitus tipo II (DM2) e a Doenças Cardiovasculares (DCV), com diminuição da qualidade e da expectativa de vida. A obesidade está associada à hiperinsulinemia e à resistência à ação da insulina, além de elevada secreção de glucagon e ativação do sistema nervoso simpático. Fisiologicamente, a insulina tem papel na homeostase vascular e estimula a produção de Óxido Nítrico (NO) nas células endoteliais ao se ligar ao receptor tipo tirosina kinase, o que ativa fosfatidilinositol 3-kinase (PI3K) e proteínakinase B (Akt), o que estimula a atividade da NO sintase endotelial (eNOS). Porém, o quadro de hiperinsulinemia e resistência à insulina causam prejuízo da ação vasodilatadora da insulina e contribuem para a disfunção endotelial e aumento do tônus vascular. A hiperatividade simpática é um importante fator de risco para DCV sendo os antagonistas dos receptores ²-adrenérgicos (²-AR) utilizados na clínica para tratamento da insuficiência cardíaca e hipertensão arterial. Dados do nosso grupo de pesquisa demonstram que a hiperativação ²-AR aumenta a produção de Espécies Reativas do Oxigênio (ROS) e de citocinas pró-inflamatórias em aorta, o que reduz a biodisponibilidade do NO e por este mecanismo aumenta a resposta contrátil vascular. Neste trabalho levantamos a hipótese de que o bloqueio da atividade ²-AR proporcionaria efeitos benéficos na vasculatura de camundongos com obesidade induzida por dieta hiperlipídica, melhorando a função endotelial, a produção de ROS e mediadores inflamatórios, e a sinalização da insulina e do glucagon. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FRANCO, NATHALIA DA SILVA; LUBACZEUSKI, CAMILA; GUIZONI, DANIELE M.; VICTORIO, JAMAIRA A.; SANTOS-SILVA, JUNIA C.; BRUM, PATRICIA C.; CARNEIRO, EVERARDO M.; DAVEL, ANA P. Propranolol treatment lowers blood pressure, reduces vascular inflammatory markers and improves endothelial function in obese mice. PHARMACOLOGICAL RESEARCH, v. 122, p. 35-45, AUG 2017. Citações Web of Science: 8.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.