Busca avançada
Ano de início
Entree

Base fisiológica para o estabelecimento da condição anovulatória em vacas leiteiras de alta produção

Processo: 14/22885-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 02 de abril de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Roberto Sartori Filho
Beneficiário:Pedro Leopoldo Jerônimo Monteiro Junior
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/19873-0 - Bases fisiológicas para a condição anovulatória em vacas leiteiras de alta produção, BE.EP.PD
Assunto(s):Fertilidade   Progesterona   Sincronização   Estradiol

Resumo

Em rebanhos leiteiros, a fertilidade é um dos principais fatores que causa impacto na produção de leite. Um dos maiores problemas das vacas leiteiras de alta produção é o alto número de vacas que chegam ao fim do período de espera voluntário (PEV) ainda sem ovular, que nesta proposta é denominada como vaca em condição anovulatória (CA). Nesses rebanhos a incidência de vacas em CA é em torno de 24%. Vacas em CA têm uma redução na eficiência reprodutiva devido à diminuição da taxa de serviço, através de observação de estro, e quando inseminadas, apresentam uma redução na taxa de concepção, além de maior risco de perda embrionária/fetal. Contudo, um completo entendimento da fisiologia e os mecanismos moleculares que impedem este grupo de vacas de ter uma alta fertilidade deve ser elucidados. O objetivo da presente proposta é estimar a incidência da CA em rebanhos leiteiros no Brasil, e de entender o mecanismo, identificar os fatores de risco e os fatores envolvidos no estabelecimento e manutenção da prenhez das vacas em CA. No experimento 1, 1.000 vacas serão avaliadas e classificadas como cíclicas ou em CA, e quando em CA, qual tipo está sendo acometida. Neste caso serão classificadas como: CA de ausência de folículos dominantes, CA de folículos pequenos, CA de folículos grandes, ou císticas. No experimento 2, 6.000 vacas leiteiras, primíparas e multíparas, serão submetidas ao protocolo Presynch-Ovsynch (prostaglandina F2± [PGF] - 14 d- PGF - 11 d - GnRH - 7 d - PGF - 1 d - PGF - 32 h - GnRH), e juntamente com as duas PGF da pré-sincronização e o primeiro GnRH do Ovsynch serão realizadas ultrassonografias (US) para verificar a presença de corpos lúteos (CL) ou de folículos. Vacas que não apresentarem CL em nenhuma das três US serão classificadas como em CA. Desta forma os animais serão blocados de acordo com status de ciclicidade e paridade, e divididas em dois tratamentos, sendo IATF (n = 1500), em que as vacas serão inseminadas 16 h após o segundo GnRH do Ovsynch; ou TETF (n = 1500), em que as vacas receberão um embrião 7 dias após o GnRH do Ovsynch. Os embriões utilizados no experimento serão oriundos de superovulação de vacas holandesas. Concentrações plasmáticas de estradiol serão avaliadas na primeira PGF e no primeiro GnRH. A expressão de genes estimulados por interferon e a quantidade de proteína específica associada a prenhez serão analisados 20 (d 19) e 27 (d 26) dias após o segundo GnRH (d -1), respectivamente. US será utilizada para o diagnóstico e confirmação de gestação, 33 e 60 d, respectivamente, e para a morfometria dos embriões, 40 d. Baseado em informações do período de transição e do histórico de doença da vaca fatores de risco serão associados ao estabelecimento da CA. A perspectiva é que, com base nos resultados deste estudo, possam-se definir estratégias práticas para diminuir a incidência de CA, baseado na análise de fator de risco, e para aumentar a fertilidade destas vacas, além de aumentar o conhecimento sobre a fisiologia reprodutiva de vacas leiteiras. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MONTEIRO, P. L. J.; GONZALES, B.; DRUM, J. N.; SANTOS, J. E. P.; WILTBANK, M. C.; SARTORI, R. Prevalence and risk factors related to anovular phenotypes in dairy cows. JOURNAL OF DAIRY SCIENCE, v. 104, n. 2, p. 2369-2383, FEB 2021. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.