Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da terapia com laser de baixa potência em diferentes doses na reparação óssea de defeitos de tamanho crítico: estudo histomorfométrico em ratos

Processo: 15/10376-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Periodontia
Pesquisador responsável:Andrea Carvalho de Marco
Beneficiário:Paulo Roberto Gonçalves
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Terapia a laser de baixa intensidade   Histomorfometria óssea   Doenças ósseas

Resumo

Este estudo tem como objetivo investigar os efeitos da terapia com laser de baixa potência (LLLT) em diferentes doses, aplicada em defeitos ósseos de tamanho crítico por meio das análises histológica e histomorfométrica. Serão utilizados 60 ratos adultos (Rattus norvegicus, variação albinus, Wistar), com 90 dias de idade, peso aproximado de 300g. Serão realizados defeitos ósseos críticos na calvária com 5 mm de diâmetro. Os animais serão divididos aleatoriamente em 5 grupos: G1-Defeito ósseo + Coágulo sanguíneo, G2- Defeito ósseo + LLLT 15 J/cm2, G3- Defeito ósseo +LLLT 30 J/cm2, G4- Defeito ósseo + LLLT 45 J/cm2, G5- Defeito ósseo + LLLT 60J/cm2. Cada grupo será subdividido de acordo com os períodos de observação de 30 e 60 dias, com 6 ratos em cada subgrupo. Será utilizada uma baixa energia GaAlAs com comprimento de onda de 660 nm, 30 mW, área de 0,04 cm2. A LLLT será aplicada em 5 pontos de modo que toda a ferida cirúrgica receba o tratamento uniformemente. Serão distribuídos 4 pontos de aplicação ao longo das bordas da ferida cirúrgica, em sentido horário de 3, 6, 9 e 12 horas, respectivamente. E um ponto de aplicação localizado na região central da ferida cirúrgica. A irradiação com laser acontecerá imediatamente após o procedimento. Em 30 e em 60 dias, 6 animais de cada grupo serão sacrificados por overdose de anestesia geral. Em seguida a calvária será removida para análises histológica e histomorfométrica. Todos os dados serão analisados estatisticamente pela análise de variância ANOVA, complementado pelo teste de Tukey a fim de verificar as diferenças estatísticas entre grupos. O nível de significância será de 5%. (AU)