Busca avançada
Ano de início
Entree

Estágio em arquitetura hidráulica e ultraestrutura de plantas vasculares com ênfase na relação parasita-hospedeira

Processo: 15/06750-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Pesquisa
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica - Morfologia Vegetal
Pesquisador responsável:Gregório Cardoso Tápias Ceccantini
Beneficiário:Gregório Cardoso Tápias Ceccantini
Anfitrião: Noel Michele Holbrook
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : Harvard University, Cambridge, Estados Unidos  
Assunto(s):Anatomia vegetal   Santalales

Resumo

Este projeto destina-se à solicitação de bolsa para realização de estágio no exterior na Harvard University, Cambridge, Massachusetts, Estados Unidos. O estágio dar-se-á sob a supervisão da Profa Dra Noel Michele Holbrook, no "Department of Organismic and Evolutionary Biology", especificamente no laboratório que leva seu nome, o "Holbrook Laboratory". Adicionalmente pretende-se visitar o Forest Products Laboratory, em Madison, Wisconsin, para examinar a maior xiloteca do mundo (MADw) e nela investigar as lâminas de Santalales, especialmente as do velho mundo, as quais não temos acesso no Brasil. Essa visita deve ocorrer em múltiplas etapas e dar-se-á sob a supervisão do Dr. Alex Wiedenhoeft. O estágio sabático, como um todo, se articula totalmente com o auxílio à pesquisa em andamento intitulado "Anatomia Funcional do Lenho e Arquitetura Hidráulica da Relação entre Plantas Hemiparasitas e suas Hospedeiras" (Proc. FAPESP 2012/22.833-1), visando aprimoramento, aprofundamento e ampliação do escopo do projeto. Este aprimoramento do projeto em execução se dará de várias formas: por melhora nas condições de mensurações de variáveis e parâmetros hidráulicos, visto que o Holbrook Laboratory tem um histórico de medições muito precisas; aprofundamento conceitual, já que a Dra Holbrook é autora de importantes ideias a respeito do fluxo de água no xilema e floema (173 publicações); e ampliação de escopo, pois se procura adquirir o conhecimento necessário para incluir aspectos de mensurações iônicas no trabalho, bem como observação direta de embolismos no xilema por técnicas de ressonância Magnética Nuclear e Microtomografia. Além disso, pretende-se aprender as técnicas de microscopia eletrônica de varredura por congelamento (Cryo-SEM), que permitem imagens de ultraestrutura de células com uma resolução muito superior às geradas com fixação com produtos químicos bem como métodos de estudo do efeito iônico no xilema. Além de uma proposta de pesquisa, este projeto trata de aprimoramento pessoal, de um estágio de caráter sabático, no qual vai se procurar conhecer como são as condições de pesquisa e ensino na Universidade de Harvard, aclamada como uma das mais importantes do mundo, de forma a ganhar e trazer novas experiências e competências. Este projeto foi gestado por mais de dois anos, com grandes demandas de ajuste familiar, visto que sou responsável por mãe acamada e é procrastinado desde 2005, quando sua saúde se deteriorou. Assim, este é um momento ímpar, durante o qual aproveitarei a interrupção das minhas atividades na USP, para desaguar trabalhos semi-escritos e não finalizados, uma vez que estarei concentrado e ausente das questões didáticas e administrativas do quotidiano (Fitotério, Xiloteca, disciplinas, estudantes). Este ano sabático também foi acordado na equipe das disciplinas de Anatomia Vegetal, sendo que no Período de julho de 2014 a julho de 2015 assumi a carga Didática da Dra Gladys Flávia Melo de Pinna, que realizou estágio de pesquisa em Paris, no Museu Nacional de História Natural. Por conseguinte, há a oportunidade para que eu me ausente do Departamento de Botânica da USP, visto que a Dra Gladys me substituirá no ano vindouro. (AU)