Busca avançada
Ano de início
Entree

Podridão floral dos citros: definição do limiar de ação para controle químico e identificação de isolados resistentes a fungicidas

Processo: 15/06007-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Lilian Amorim
Beneficiário:André Bueno Gama
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):15/19564-7 - Podridão floral dos citros: sensibilidade a fungicidas, caracterização molecular e dispersão de conídios secundários de Colletotrichum spp, BE.EP.MS
Assunto(s):Citrus   Podridão (doença de planta)   Fungicidas   Controle químico

Resumo

A citricultura brasileira se destaca expressivamente no mercado global de citros, apresentando altos valores de produção e produtividade. As propriedades produtoras de citros de São Paulo vêm apresentando forte migração das regiões norte e nordeste para o sudoeste do Estado, por essa região apresentar menor incidência de doenças importantes como o cancro, CVC e greening, além de suas condições meteorológicas excluírem a necessidade de irrigação da cultura. Contudo, as condições dessa região favorecem o desenvolvimento da podridão floral dos citros (PFC), causada por Colletotrichum gloeosporioides e C. acutatum, especialmente em anos de temperaturas amenas e alta umidade. Apesar dessa condição climática não ocorrer todos os anos, os citricultores realizam pulverizações preventivas para o controle da PFC em todas as safras, o que muitas vezes acarreta gastos desnecessários aos produtores. Além do impacto econômico, a aplicação exacerbada de fungicidas aumenta a pressão de seleção de isolados dos patógenos resistentes a esses fungicidas, e pode diminuir a eficiência do controle químico. Um dos fungicidas mais utilizados na citricultura paulista para controle da PFC é uma mistura de trifloxistrobina (estrobilurinas) e tebuconazol (triazol), fungicidas de modo de ação específico pertencentes a grupos cujos casos de aparecimento de resistência em patógenos já foram relatados na literatura. Recentemente, foi concedido pela FAPESP um auxílio à pesquisa com o objetivo de desenvolver e implementar um sistema de previsão de epidemias da podridão floral dos citros, de fácil acesso ao citricultor do sudoeste paulista. Esse projeto tem como meta o desenvolvimento de uma plataforma on-line de previsão de risco da doença com acesso remoto pelos citricultores. Para tanto, é imprescindível determinar um limiar de ação para a aplicação de fungicidas em pomares da região sudoeste paulista. Dessa forma, o presente trabalho tem por objetivos estabelecer um limiar de ação para a aplicação de fungicidas com base na germinação de conídios de C. acutatum que controle a doença igualmente ou de forma mais eficiente do que o sistema de pulverização adotado pelos citricultores do sudoeste paulista e caracterizar a sensibilidade de isolados de C. gloeosporioides e C. acutatum à trifloxistrobina e ao tebuconazol in vitro e molecularmente. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GAMA, ANDRE B.; SILVA JUNIOR, GERALDO JOSE; PERES, NATALIA A.; MOLINA, JUAN EDWARDS; DE LIMA, LILIAN M.; AMORIM, LILIAN. A Threshold-Based Decision-Support System for Fungicide Applications Provides Cost-Effective Control of Citrus Postbloom Fruit Drop. PLANT DISEASE, v. 103, n. 9, p. 2433-2442, SEP 2019. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
GAMA, André Bueno. Podridão floral dos citros: definição do limiar de ação para controle químico e monitoramento da sensibilidade de isolados a tebuconazol e trifloxistrobina. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.