Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da efetividade do sistema digital de drenagem em pós-operatório de cirurgia torácica

Processo: 15/07064-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Altair da Silva Costa Júnior
Beneficiário:Luiz Augusto Lucas Martins de Rizzo
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cirurgia torácica   Tecnologias digitais   Período pós-operatório   Drenagem   Processamento de sinais biomédicos   Avaliação de custo-efetividade   Inquéritos e questionários   Ensaio clínico controlado aleatório   Unidades de terapia intensiva

Resumo

Nos últimos anos, a avaliação de muitos de nossos pacientes “indicadores”, bem como muitas outras partes da nossa vida a cada dia, tem usado a tecnologia digital. Muitos sinais à beira do leito ou em unidade de terapia intensiva, tais como pressão arterial ou pulmonar, frequência cardíaca, saturação de oxigênio e temperatura são reportados de forma continua e digital. Este tipo de gravação de dados levou a avaliação mais precisa da condição do paciente e para a aplicação mais rápida da terapia. No entanto, até agora, a única forma de avaliação do dreno de tórax foi de uma forma subjetiva. Ha dúvidas sobre a quantidade de liquido e principalmente sobre a perda aérea. Nos últimos anos, estudos com sistemas digitais mostraram uma avaliação objetiva destes parâmetros. Estes estudos também demonstraram algumas vantagens da medição continua e digital de vazamentos de ar comparado com o sistema tradicional. Ele fornece uma avaliação mais precisa da perda aérea e sem dúvidas entre os observadores. O sistema tem a vantagem principal de fornecer dados objetivos e reprodutíveis, diminuindo inter-variabilidade e avaliação de vazamento de ar, que pode ser um dos principais fatores de atraso na retirada do dreno. O impacto deste sistema na rotina da enfermagem ainda não foi estudado. O tempo gasto pelo funcionário para cuidar do dreno também não foi mencionado em nenhum estudo consultado. A equipe de enfermagem tem que: realizar a troca de selo d'agua, mensurar a quantidade do liquido drenado, fazer a instalação e verificação do sistema de aspiração continua, realizar a avaliação continua do sistema (obstruções, mangueira dobrada, desconexões acidentais, dreno fechado para transporte, entre outras). Objetivo deste estudo e avaliar a efetividade do sistema digital em relação ao sistema tradicional de selo d'agua. Método pergunta - efetividade do sistema digital de drenagem torácica Intervenção: Sistema digital Controle: Sistema tradicional em selo d'agua Resultado: tempo de internação; avaliação da enfermagem. Tipo de estudo: Ensaio clinico prospectivo randomizado Duração do projeto: 12 meses. Critérios de inclusão: - pacientes com indicação de toracotomia poupadora muscular e cirurgias eletivas. Critérios de exclusão: - insuficiência renal ou hepática - pacientes de alto risco - disfunção neurológica - reoperacão - operação de emergência - quimioterapia ou radioterapia previa - toracectomia associada Tamanho da amostra Dois grupos com 25 pacientes cada. Avaliação 1- Questionário de avaliação pela enfermagem, com os seguintes domínios: segurança, praticidade, manejo e grau de dificuldade. 2- Concordância entre a equipe dos parâmetros de drenagem (perda aérea/debito do dreno). Protocolo digital e protocolo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)