Busca avançada
Ano de início
Entree

Estabilidade temporal e efeitos contextuais em medidas de dissociação e trauma: o papel da crença e da persuasão

Processo: 15/05255-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Psicologia - Fundamentos e Medidas da Psicologia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Wellington Zangari
Beneficiário:Everton de Oliveira Maraldi
Instituição-sede: Instituto de Psicologia (IP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):16/00368-6 - Desenvolvimento de uma nova medida implícita de crenças paranormais e religiosas, BE.EP.PD
Assunto(s):Persuasão

Resumo

O modelo do trauma afirma que as experiências dissociativas são ocasionadas por episódios de elevado estresse, abuso ou negligência, geralmente ocorridos na infância. Crenças e experiências paranormais têm sido consideradas na literatura como importantes correlatos da dissociação e de incidentes traumáticos. Por outro lado, estudos identificaram efeitos contextuais importantes em medidas de trauma, dissociação e crença. Quando os participantes eram capazes de inferir os objetivos do estudo, eles tendiam a manipular os resultados de modo a gerenciar positivamente a impressão que o pesquisador teria de seu sistema de crenças, ao diminuírem as pontuações em medidas psicopatológicas. Outra variável contextual importante é o tempo. O modelo do trauma assume grande estabilidade temporal para os relatos de experiências traumáticas e dissociativas, mas algumas das evidências disponíveis são contraditórias. Há também controvérsias em relação à estabilidade temporal das crenças paranormais. Essas evidências estabelecem desafios importantes para a validade dos resultados obtidos em pesquisas nesse campo e para a validade de construto dos instrumentos. No intuito de viabilizar uma testagem detalhada de certas hipóteses, decidiu-se dividir o projeto em dois estudos independentes, mas relacionados. No primeiro estudo, avaliaremos a estabilidade temporal de instrumentos de dissociação, trauma, crença e transliminaridade (uma medida de experiências místicas e anômalas), e os efeitos contextuais da expectativa sobre as pontuações de alguns dos mesmos participantes de nosso estudo anterior (Maraldi, 2014), que serão convidados a novamente preencherem as escalas sob condições específicas de persuasão ("neutra", favorável ou desfavorável às suas crenças). Paralelamente, avaliaremos a atividade cardíaca e eletrodérmica dos participantes em resposta aos tratamentos experimentais. No segundo estudo, controlaremos os efeitos contextuais advindos da apresentação conjunta das escalas e da ordem de apresentação. Trata-se do primeiro projeto brasileiro de que temos conhecimento a avaliar o papel do tempo, da crença e da persuasão sobre medidas psicométricas de trauma e dissociação. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MENEGATTI-CHEQUINI, MARIA C.; MARALDI, EVERTON DE O.; PERES, MARIO F. P.; LEAO, FREDERICO C.; VALLADA, HOMERO. How psychiatrists think about religious and spiritual beliefs in clinical practice: findings from a university hospital in Sao Paulo, Brazil. Revista Brasileira de Psiquiatria, v. 41, n. 1, p. 58-65, JAN-MAR 2019. Citações Web of Science: 0.
MARALDI, EVERTON DE OLIVEIRA; ALVARADO, CARLOS S. Final chapter, From India to the Planet Mars: A Study of a Case of Somnambulism with Glossolalia, by Theodore Flournoy (1900). History of Psychiatry, v. 29, n. 1, p. 110-125, MAR 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.