Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da N-acetilcisteína na recaída da autoadministração operante de etanol induzida pelo estresse em ratos

Processo: 15/08382-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 30 de junho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Marcelo Tadeu Marin
Beneficiário:Johnny Wallef Leite Martins
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Estresse psicológico   Autoadministração   Etanol   Ansiedade   Acetilcisteína

Resumo

O estilo de vida contemporâneo apresenta facilidade de acesso a substâncias psicoativas de abuso e frequente exposição ao estresse. Isso pode facilitar o desenvolvimento de problemas de saúde pela associação do estresse com estas substâncias de abuso. Não é de hoje que o etanol é um problema de saúde pública e cada vez mais cresce o número de indivíduos que fazem uso desta substância. Quando associado ao estresse, as alterações comportamentais desencadeadas pelo etanol são exacerbadas, desencadeando muitos problemas na vida do indivíduo e na sociedade e sendo isso um desafio para o tratamento de alcoolistas. Algumas pesquisas observaram que o fármaco N-Acetilcisteína (N-Ac) é capaz de inibir comportamentos relacionados a dependência de drogas como cocaína e nicotina, porém não há relatos de investigação deste fármaco em modelos animais de recaída ao etanol. Assim, o objetivo deste projeto é avaliar os efeitos do tratamento agudo com N-Ac na recaída da autoadministração operante de etanol induzida pelo estresse de contenção. Para isso, serão utilizados ratos Wistar treinados para autoadministração operante de solução de etanol e posteriormente expostos ao protocolo de extinção por 10 dias seguidos. Primeiramente será padronizado o protocolo de indução da recaída induzida pelo estresse de contenção, o qual será aplicado por 30 minutos antes do teste da reinstalação da autoadministração de etanol. Posteriormente, será testada o efeito da administração de N-Ac (60 e 120 mg/kg) antes da exposição ao estresse e subsequente teste da reinstalação da autoadministração de etanol. (AU)