Busca avançada
Ano de início
Entree

Biorrepositório de saliva em estudos genéticos/moleculares: avaliação de diferentes protocolos de extração de DNA após longos períodos de armazenamento

Processo: 14/24416-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Lucimara Teixeira das Neves
Beneficiário:Natália Ramos
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Biologia molecular   Saliva   DNA   Materiais biológicos   Reação em cadeia por polimerase (PCR)   Extração de DNA   Análise de sequência de DNA

Resumo

No campo das análises genéticas e moleculares é de fundamental importância o uso de materiais biológicos eficazes no que tange a qualidade dos resultados. No caso do DNA, dentre os materiais biológicos dos quais é possível isolá-lo para estudos, o sangue é, até então, o mais utilizado, porém sua coleta ocorre de maneira invasiva, além de necessitar de pessoas especializadas. Portanto o intuito deste estudo é analisar a qualidade e quantidade de DNA genômico extraído a partir de amostras de saliva, que está ganhando reconhecimento como uma fonte alternativa de amostra para o isolamento de DNA, além da coleta não ser um método invasivo, é tolerante para a maioria dos indivíduos e principalmente, o risco de contaminação é menor. Ao contrário do sangue, as amostras de saliva podem ser congeladas por longos períodos, possibilitando a implementação de biobancos para armazenamento dessas amostras biológicas. Os objetivos deste estudo serão, portanto, analisar a qualidade, integridade e pureza do DNA genômico, utilizando quatro diferentes protocolos de extração, sendo três desses protocolos, kits comercialmente disponíveis. Após a extração o DNA genômico será submetido a análise espectrofotométrica, sequenciamento e análise das sequencias do éxon 3 do gene IRF6 e genotipagem do polimorfismo rs 12532, do gene MSX1, a fim de, verificar a influência do congelamento das amostras de saliva a -20°C por período de 2 a 6 anos e do protocolo de extração utilizado nos experimentos moleculares propostos (sequenciamento e genotipagem por PCR Real Time).

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)