Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da suscetibilidade de isolados clínicos de Leishmania (Viannia) braziliensis à miltefosina in vitro e in vivo

Processo: 15/05130-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Parasitologia - Protozoologia de Parasitos
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Silvia Reni Bortolin Uliana
Beneficiário:Caroline Ricce Espada
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Miltefosina   Leishmania braziliensis   Resistência microbiana a medicamentos

Resumo

A leishmaniose é uma doença causada por parasitas do gênero Leishmania. No Brasil, a forma cutânea da doença é causada principalmente por Leishmania (Viannia) braziliensis, com incidência anual de aproximadamente 26 mil casos em 2012. Os fármacos disponíveis para o tratamento da leishmaniose possuem limitações como alta toxicidade e necessidade de administração parenteral, o que pode resultar em abandono do tratamento e consequente seleção de parasitas resistentes. A miltefosina é um fármaco de uso oral que já está disponível para o tratamento de leishmaniose em alguns países, mas que ainda não é utilizado no Brasil. Sabe-se que a suscetibilidade à miltefosina varia entre espécies e entre isolados de uma mesma espécie de Leishmania e até o momento não existem dados disponíveis sobre a suscetibilidade de isolados brasileiros de L. (V.) braziliensis à miltefosina. Assim, esse projeto tem o objetivo de avaliar a suscetibilidade à miltefosina de isolados clínicos obtidos de pacientes de duas diferentes regiões geográficas do Brasil e elucidar as bases moleculares envolvidas nas diferenças de suscetibilidade à miltefosina nestes isolados. Para isso serão determinadas as concentrações inibitórias de miltefosina in vitro utilizando formas amastigotas intracelulares de 9 isolados clínicos. Com base nesses dados, serão selecionados os dois isolados com maior e menor suscetibilidade ao fármaco que serão caracterizados in vivo. Para os dois isolados escolhidos, serão também caracterizados o transporte de fosfolipídios através da membrana plasmática e as sequências de nucleotídeos dos genes que codificam o transportador de miltefosina, com o intuito de verificar se polimorfismos nestes genes podem estar associados à variação de suscetibilidade encontrada nestes isolados. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
TRINCONI, CRISTIANA T.; REIMAO, JULIANA Q.; BONANO, I, VIVIAN; ESPADA, CAROLINE R.; MIGUEL, DANILO C.; YOKOYAMA-YASUNAKA, JENICER K. U.; ULIANA, SILVIA R. B. Topical tamoxifen in the therapy of cutaneous leishmaniasis. Parasitology, v. 145, n. 4, SI, p. 490-496, APR 2018. Citações Web of Science: 10.
ESPADA, CAROLINE R.; RIBEIRO-DIAS, FATIMA; DORTA, MIRIAM L.; DE ARAUJO PEREIRA, LEDICE INACIA; DE CARVALHO, EDGAR M.; MACHADO, PAULO R.; SCHRIEFER, ALBERT; YOKOYAMA-YASUNAKA, JENICER K. U.; COELHO, ADRIANO C.; ULIANA, SILVIA R. B. Susceptibility to Miltefosine in Brazilian Clinical Isolates of Leishmania (Viannia) braziliensis. American Journal of Tropical Medicine and Hygiene, v. 96, n. 3, p. 656-659, 2017. Citações Web of Science: 2.
COELHO, ADRIANO C.; OLIVEIRA, JORDANA C.; ESPADA, CAROLINE R.; REIMAO, JULIANA Q.; TRINCONI, CRISTIANA T.; ULIANA, SILVIA R. B. A Luciferase-Expressing Leishmania braziliensis Line That Leads to Sustained Skin Lesions in BALB/c Mice and Allows Monitoring of Miltefosine Treatment Outcome. PLoS Neglected Tropical Diseases, v. 10, n. 5 MAY 2016. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.