Busca avançada
Ano de início
Entree

'Zabé come zumbi, zumbi come Zabé': arte afro-brasileira e relações raciais no Brasil

Processo: 14/26775-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia das Populações Afro-brasileiras
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Lilia Katri Moritz Schwarcz
Beneficiário:Hélio Santos Menezes Neto
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Arte afro-brasileira   Antropologia da arte   Relações raciais

Resumo

Este projeto versa sobre o tema inconstante da chamada arte afro-brasileira, tomando o Museu Afro-Brasil (SP) e o Museu Afro-Brasileiro (Salvador) como espaços privilegiados de análise etnográfica. Seu enfoque se realiza em duas dimensões complementares: dos processos de museologização dessa arte, assim como das contradições de sua capacidade classificatória. Subjaz ao entendimento geral do estudo a existência de uma relação incerta, porém constante, entre os domínios da especificidade desse campo artístico e as contingências da taxinomia racial engendrada na sociabilidade brasileira. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
NETO, Hélio Santos Menezes. Entre o visível e o oculto: a construção do conceito de arte afro-brasileira. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.