Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação do papel do núcleo endopirifiorme e do núcleo basolateral anterior da amígdala no medo predatório, contextual e no comportamento de exploração no ambiente novo

Processo: 15/00620-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2015
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Anatomia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Newton Sabino Canteras
Beneficiário:Ricardo Passoni Bindi
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/05432-9 - Bases neurais do medo e agressão, AP.TEM
Assunto(s):Tonsila do cerebelo   Memória   Amígdala   Complexo nuclear basolateral da amígdala

Resumo

O núcleo basolateral da amígdala normalmente é tratado como o conjunto formado pelo núcleo lateral (LA) e basolateral (BLA). Foi amplamente estudado o papel do núcleo lateral e basolateral da amígdala na expressão e aquisição do medo condicionado à um estímulo doloroso. Experimentos feitos no nosso laboratório confirmam que animais com lesões bilaterais no LA apresentam um decréscimo da resposta de medo inato e abolem a resposta de medo contextual à ameaça predatória. Em contraste, dados preliminares apontam que lesões bilaterais isoladas da parte anterior do BLA aparentemente não afetam nem as respostas inatas e nem a respostas de medo contextual ao predador. Interessantemente, lesões do BLAa parecem diminuir acentuadamente o comportamento ansioso durante a exploração de um ambiente novo. Assim, o primeiro objetivo de nosso trabalho será ampliar os nossos dados preliminares examinando sistematicamente (com lesões citotóxicas bilaterais e restritas ao núcleo) o papel do BLAa nas respostas inatas e contextuais à ameaça predatória, bem como o seu envolvimento nos comportamentos ansiosos observados durante o período de familiarização a um ambiente novo. Dados preliminares de nosso laboratório apontam ainda que lesões bilaterais e restritas ao núcleo endopiriforme aboliram as respostas de medo observadas no contexto previamente associado ao predador, mas não alteraram as respostas de medo inata durante a exposição predatória. Todavia, em contraste ao observado nos animais com lesão bilateral do BLAa, lesão do núcleo endopiriforme não influencia os comportamentos ansiosos observados durante exposição a um ambiente novo. Assim, na segunda parte deste projeto de pesquisa iremos ampliar os nossos dados preliminares examinando sistematicamente (com lesões citotóxicas bilaterais e restritas ao núcleo) o papel do núcleo endopiriforme nas respostas inatas e contextuais à ameaça predatória, bem como o seu envolvimento nos comportamentos ansiosos observados durante o período de familiarização a um ambiente novo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BINDI, RICARDO PASSONI; BALDO, MARCUS VINICIUS C.; CANTERAS, NEWTON SABINO. Roles of the anterior basolateral amygdalar nucleus during exposure to a live predator and to a predator-associated context. Behavioural Brain Research, v. 342, p. 51-56, APR 16 2018. Citações Web of Science: 6.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BINDI, Ricardo Passoni. Estudo hodológico do núcleo basolateral anterior da amígdala e de suas funções nos comportamentos inatos e contextuais de defesa frente à ameaça predatória.. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.