Busca avançada
Ano de início
Entree

Morfologia de ergatóides e intercastas em Hylomyrma Forel, 1912 (Formicidae: Myrmicinae: Pogonomyrmecini)

Processo: 15/06485-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2015
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Carlos Roberto Ferreira Brandão
Beneficiário:Mônica Antunes Ulysséa
Supervisor no Exterior: Christian Paul Peeters
Instituição-sede: Museu de Zoologia (MZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Université Pierre et Marie Curie (Paris 6), França  
Vinculado à bolsa:12/21309-7 - Revisão Taxonômica e Análise Filogenética do Gênero Hylomyrma Forel, 1912 (Formicidae: Myrmicinae: Myrmicini), com base em dados morfológicos e moleculares, BP.DR
Assunto(s):Hymenoptera   Formicidae   Morfologia animal   Morfometria

Resumo

Hylomyrma é um gênero Neotropical, com 13 espécies de hábitos crípticos e habitantes da serapilheira, caracterizado pela homogeneidade morfológica. Entretanto, a identidade de algumas espécies é questionada justamente por terem sido descritas a partir de uma série de no máximo três exemplares, o que restringe a compreensão da variação dos caracteres apontados na delimitação da unidade específica. Em anos recentes, a amostragem da fauna de formigas da serapilheira através dos extratores de Winkler vem aumentando a representação de Hylomyrma nas coleções, especialmente de operárias, mas também de machos, rainhas e de indivíduos que apresentam fenótipos entre rainha e operária. Várias espécies em Hylomyrma, reconhecidas atualmente ou não descritas, apresentam um complexo de fenótipos entre rainha e operária, que podem ser classificados como ergatóides ou intercastas, representando um desafio à delimitação das espécies. O projeto BEPE proposto, que faz parte do atual projeto de doutorado que venho desenvolvendo no MZUSP - Revisão taxonômica e análise filogenética do gênero Hylomyrma Forel, 1912 (Formicidae: Myrmicinae: Myrmicini), com base em dados morfológicos e moleculares (n°. 2012/21309-7), será realizado no Institut d'Ecologia et Sciences de l'Environnement, Université Pierre et Marie Curie/UPMC, Paris, em colaboração com o Dr. Christian Peeters, renomado especialista em reprodução de formiga, morfologia funcional de rainhas, operárias, ergatóides e intercastas. Os espécimes-tipos de Hylomyrma também serão examinados nas instituições em que se encontram depositados nos Estados Unidos e em países da Europa, a fim de identificar com precisão os taxa atualmente atribuídos ao gênero. O estudo da variação morfológica observada em indivíduos com fenótipos entre rainha e operária que será realizado na UPMC tem como objetivo a precisa delimitação das espécies de Hylomyrma e suas respectivas castas com base em caracteres morfológicos externos e internos, fornecendo suporte para a filogenia gênero. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MÔNICA ANTUNES ULYSSÉA; FABIANO FABIAN ALBERTONI. Morphology and biological notes of Macrosiagon octomaculata (Gerstaecker) triungulinid and a summary of the knowledge on immature stages of the genus (Ripiphoridae). Papéis Avulsos de Zoologia (São Paulo), v. 60, n. spe, p. -, 2020.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.