Busca avançada
Ano de início
Entree

Indução e ciência em Aristóteles

Processo: 15/11858-1
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 30 de novembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - Epistemologia
Pesquisador responsável:Luiz Henrique Lopes dos Santos
Beneficiário:Tomás Roberto Troster
Supervisor no Exterior: Francis Wolff
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa : École Normale Supérieure, Paris (ENS), França  
Vinculado à bolsa:13/00543-4 - Indução, demonstração e a inefável cientificidade dos princípios em Aristóteles, BP.DD
Assunto(s):Aristotelismo   Ciência

Resumo

O objetivo deste estágio da pesquisa é entender o processo pelo qual Aristóteles produz princípios de ciência por indução - e, mais especificamente, compreender a indução de princípios comuns ou princípios lógicos. Quatro textos serão analisados: Primeiros Analíticos I, 2, onde o filósofo mostra o processo de conversão de termos em preposições; Primeiros Analíticos I, 4, em que Aristóteles apresenta a primeira figura da dedução; Tópicos II, 8, onde o filósofo estabelece a agora chamada contraposição; e, finalmente, Metafísica IV, 4, em que o princípio da não-contradição é analisado e demonstrado por refutação. Com este estudo, queremos mostrar que, mesmo na apreensão de princípios lógicos, Aristóteles concebe mais de um tipo de indução. (AU)