Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de viabilidade técnico-científica de um curativo com luz para fototerapia

Processo: 15/12448-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE  
Vigência (Início): 01 de maio de 2015
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2016
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Marcelo Victor Pires de Sousa
Beneficiário:Marcelo Victor Pires de Sousa
Empresa:Marcelo Victor Pires Sousa Desenvolvimento Tecnológico Fotomedicina - ME
Vinculado ao auxílio:14/50569-2 - Análise de viabilidade técnico-científica de um curativo com luz para fototerapia, AP.PIPE
Assunto(s):Fototerapia   Bandagens   LED   Terapia a laser de baixa intensidade   Protótipo   Desenvolvimento de software

Resumo

Atualmente há uma crescente busca por terapias não medicamentosas, principalmente em casos de doenças crônicas ou quando os efeitos colaterais provocados por fármacos são muito debilitantes. A Terapia com Luz de Baixa Intensidade (TLBI) pode ser uma alternativa ao uso abusivo de medicamentos. A TLBI opera melhorando a atividade das células, induzindo-as a homeostase. Seu efeito ocorre em células debilitadas e não apresenta efeitos colaterais. A eficácia da TLBI foi comprovada cientificamente para diversas condições como: cicatrização de feridas, redução de dores e processos inflamatórios, aumento da imunidade e prevenção de complicações pós-cirúrgicas. A TLBI é não ionizante, não carcinogênica e não causam dependência. Embora a TLBI tenha inúmeras aplicações ela é pouco utilizada, ficando restrita a clínicas especializadas. O curativo com luz (light-aid) apresentado nesse projeto é uma forma inovadora para obtenção de saúde e bem-estar, pois, é o primeiro dispositivo para fototerapia que possibilita a utilização pelo próprio paciente. Associado ao light-aid será desenvolvido um software que calculará os parâmetros para cada tratamento de forma personalizada. Nossos objetivos nessa fase do projeto são: 1) construir protótipos minimamente viáveis do light-aid; 2) desenvolver um software de análise de dados do paciente que calculará os parâmetros da terapia de forma personalizada; 3) validação dos protótipos e do software. A montagem dos protótipos será executada por nossa empresa em parceria com o SENAI-SP. Os protótipos serão constituídos de LED controlados por uma placa arduíno e alimentados por uma fonte de energia. O software será desenvolvido pelo sócio da empresa Dr. Flávio Sousa. A validação do light-aid e do software será executada em parceria com clínicos e pesquisadores na USP, IPEN e Harvard. Esperamos ao fim dessa fase ter um protótipo funcional do light-aid que atenda aos requisitos técnicos e científicos para a execução da TLBI e que o software contemple a funcionalidade de personalizar a terapia. Esperamos que os experimentos com os protótipos do light-aid e do software tenham sido executados e que resultados satisfatórios sejam atingidos possibilitando a publicação de artigos científicos em periódicos internacionais. Atualmente a empresa Bright Photomedicine está sendo incubada no CIETEC. Isso possibilita o acesso a diversos laboratórios e facilita a captação de recursos nacionais e internacionais. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.