Busca avançada
Ano de início
Entree

Fatores de transcrição da família MarR e resistência a antibióticos em Chromobacterium violaceum

Processo: 15/12605-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2015
Vigência (Término): 31 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:José Freire da Silva Neto
Beneficiário:Kelly Cristina Martins Barroso
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:12/20435-9 - Fatores de transcrição de Chromobacterium violaceum: integrando vias de sinalização, regulons e patogenicidade, AP.JP
Assunto(s):Regulação da expressão gênica   Resistência microbiana a medicamentos   Antibióticos   Chromobacterium

Resumo

A resistência aos antibióticos é um problema global com sérias consequências para o tratamento de várias infecções bacterianas. A disseminação de determinantes de resistência entre vários patógenos tem se acentuado nas últimas décadas devido ao uso exagerado dos antibióticos na medicina e em outras atividades humanas. Considerando que bactérias ambientais e patogênicas compartilham genes de resistência a antibióticos, este projeto propõe estudar mecanismos de resistência a antibióticos em Chromobacterium violaceum, uma bactéria ambiental encontrada em solo e água que atua como um patógeno ocasional de humanos. Os esforços serão concentrados nos quinze fatores de transcrição da família MarR encontrados no genoma de C. violaceum, pois membros desta família têm sido descritos regulando virulência, desintoxicação de compostos nocivos e resistência a antibióticos. Para isto, um painel de quinze linhagens mutantes, sendo onze delas já disponíveis no laboratório e quatro a serem construídas neste trabalho, será usado em testes de sensibilidade a antibióticos de diferentes classes, por ensaios de difusão em disco e determinação da concentração inibitória mínima (MIC). Após esta varredura, linhagens mutantes com sensibilidade aos antibióticos alterada serão melhor caracterizadas. Para definir quais determinantes de resistência estão com expressão alterada nos mutantes dos reguladores MarR serão realizados ensaios de microarranjos de DNA e validação dos genes alvos. Os dados obtidos neste projeto deverão contribuir para entender os mecanismos regulatórios de resistência a antibióticos em C. violaceum, um patógeno produtor de antibióticos e com alta resistência intrínseca. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARROSO, KELLY C. M.; PREVIATO-MELLO, MARISTELA; BATISTA, BIANCA B.; BATISTA, JULIANA H.; DA SILVA NETO, JOSE F. EmrR-Dependent Upregulation of the Efflux Pump EmrCAB Contributes to Antibiotic Resistance in Chromobacterium violaceum. FRONTIERS IN MICROBIOLOGY, v. 9, NOV 15 2018. Citações Web of Science: 3.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BARROSO, Kelly Cristina Martins. Fatores de transcrição da família MarR e resistência a antibióticos em Chromobacterium violaceum. 2017. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.