Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise de citocinas e fatores de crescimento secretados por células progenitoras do limbo corneal e ação na modulação da cicatrização epitelial in vitro e in vivo

Processo: 15/06973-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2015
Vigência (Término): 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biologia Geral
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:José Alvaro Pereira Gomes
Beneficiário:Renata Ruoco Loureiro
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Comunicação parácrina   Cicatrização   Limbo da córnea   Peptídeos e proteínas de sinalização intercelular   Fatores de crescimento

Resumo

A manutenção do epitélio da córnea é determinada por uma população distinta de células-tronco (CTs), que estão localizadas na camada basal do límbico corneoescleral. Uma variedade de condições patológicas, como síndrome de Stevens-Johnson, Penfigoide cicatricial e queimadura ocular, pode destruir as CTs do limbo causando a deficiência das células-tronco do limbo (DCTL). O cultivo e transplante ex vivo de células epiteliais do limbo tem sido relatado como fonte alternativa para a reconstrução da superfície ocular. Porém, até agora, a melhora funcional destes pacientes ainda é limitada, devido à baixa taxa de sobrevivência das células transplantadas. Consequentemente, os benefícios clínicos são apenas transitórios e podemos atribuí-los aos efeitos parácrinos associados às células transplantadas. Com este cenário em mente temos como objetivo identificar as citocinas e fatores de crescimento secretados por células progenitoras do limbo corneal e analisar sua ação na modulação da cicatrização epitelial, tanto in vitro como in vivo. Os tecidos límbicos e corneais serão obtidos a partir de anéis corneoesclerais remanescentes da trepanação de córneas previamente utilizadas em cirurgias de transplante de córnea. As citocinas e fatores de crescimento secretados por células progenitoras do limbo serão identificados no meio condicionado. Para análise in vitro da cicatrização epitelial, células epiteliais da córnea serão cultivadas, lesionadas e tratadas com o meio condicionado previamente coletado de culturas de epitélio límbico e a cicatrização será analisada através da captura de imagens. Pretendemos em uma próxima etapa, estabelecer os parâmetros necessários para a transposição do modelo experimental ao pré-clínico, buscando encontrar um tipo de terapia não invasiva que auxilie na reconstrução da superfície ocular, utilizando a aplicação tópica do meio condicionado de células epiteliais do limbo sobre a córnea para o tratamento de DCTL. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)